Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

São Paulo já garantiu seu pior desempenho como visitante no Brasileiro

Mesmo se vencer os dois jogos que tem fora de casa no Brasileirão, Tricolor tem o pior aproveitamento fora de casa

São Paulo já garantiu seu pior desempenho como visitante no Brasileiro

São Paulo já garantiu seu pior desempenho como visitante no Brasileiro

Rubens Chiri/São Paulo

O São Paulo já garantiu o pior desempenho como visitante em todas as participações que teve na história do Campeonato Brasileiro de pontos corridos. Desde 2003, o pior resultado havia sido em 2017, com 26,32% fora de casa. Em 2023, o Tricolor tem 15,68% até a 35ª rodada da competição.

Se vencer os dois jogos que tem faltando, o Tricolor terá 14 pontos fora de casa no torneio, apenas 24,56% do total, o que já configuraria a pior campanha fora de casa da história, “superando” negativamente as de 2021 (31,58%) e 2017 (26,32%).

Com 47 pontos, na 10ª colocação, o São Paulo pode ser também o primeiro não rebaixado a não vencer sequer um jogo fora de casa. Em todas edições de pontos corrridos, todos os clubes que passaram o torneio todo sem ganhar longe de seus domínios caíram para a Série B.

Para evitar passar em branco em vitórias como visitante pelo Brasileirão, o São Paulo ainda encara o Bahia, na Arena Fonte Nova nesta quarta-feira (29), às 20h (de Brasília), além de duelo contra o Atlético no próximo domingo (2), às 21h (de Brasília). Os duelos são válidos pela 36ª e 37ª rodadas.

Confira o desempenho do São Paulo fora de casa em Brasileiros:
  • 2023: 15,38% (até a 35ª rodada)

  • 2022: 42,11%

  • 2021: 31,58%

  • 2020: 50,88%

  • 2019: 47,37%

  • 2018: 43,86%

  • 2017: 26,32%

  • 2016: 35,09%

  • 2015: 35,09%

  • 2014: 54,39%

  • 2013: 40,35%

  • 2012: 33,33%

  • 2011: 45,61%

  • 2010: 38,6%

  • 2009: 40,35%

  • 2008: 50,88%

  • 2007: 61,4%

  • 2006: 56,14%

  • 2005: 33,33%

  • 2004: 37,88%

Jornalista fascinado por futebol de base e análise de desempenho. Faz a cobertura de São Paulo e Palmeiras na Itatiaia após passagens por ESPN, Globoesporte.com e Band.
Leia mais