Ouça a rádio

Compartilhe

Cabra é condenada a 3 anos de prisão após matar mulher a chifradas 

O animal foi levado para um acampamento militar, onde cumprirá a pena

Cabra presa em coleira sendo guiada por um militar

Uma cabra foi condenada a três anos de prisão após matar uma mulher, de 45 anos, na região de Akuel Yol, no Sudão do Sul, na última semana. De acordo com a polícia do país, localizado no nordeste da África, o animal deu várias chifradas no peito e nas costelas da vítima. 

Adhieu Chaping não resistiu aos ferimentos e morreu no local. "A mulher morreu imediatamente. Nosso papel como polícia é dar segurança e separar as lutas. A cabra foi apreendida e atualmente está sob custódia em uma delegacia em Maleng Agok Payam", explicou o porta-voz da polícia, Elijah Mabor Makuach, em entrevista à rádio Eye. 

Segundo o portal Gulf News, a cabra ficará presa em um acampamento militar, conforme sentença de líderes tribais. 

O dono da cabra, Duony Manyang Dhal, e a família da vítima entraram em acordo sobre a indenização pela morte dela. Os parentes de Adhieu vão receber cinco vacas. 

Após cumprir a pena, a cabra será entregue aos familiares da mulher. 
 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido