Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Humorista que é rival de Marcius Melhem pode integrar o BBB 24

Melhem pediu R$ 50 mil de indenização por danos morais após falas de humorista sobre ele em maio

Dani Calabresa e Luís Miranda ao centro

Dani Calabresa e Luís Miranda ao centro

Tata Barreto | Divulgação | TV Globo

O ator e humorista Luís Miranda, que integrou a versão nova do extinto “Zorra Total”, pode assumir um novo quadro de humor do BBB 24 após a saída de Dani Calabresa e Paulo Vieira. As informações são do colunista Lucas Pasin, do UOL.

Dani comandava o CAT BBB e Paulo o Big Terapia - ambos vão se dedicar a outros projetos dentro da emissora. De acordo com Pasin, Luís ficou interessado na proposta apresentada a ele há cerca de um mês e, apesar de não acompanhar o reality, ele pensa em aceitar o convite por causa da visibilidade do programa.

O BBB 24 tem estreia prevista para o dia 8 de janeiro. Além dos grupos Camarote e Pipoca, nesta edição haverá o misterioso puxadinho. Outra novidade é o sistema de votação, que terá peso maior para quem usar o CPF.

Luís Miranda X Marcius Melhem

Vale lembrar que Luís Miranda e Marcius Melhem possuem um embate desde que o humorista falou sobre o que presenciou nos bastidores do Zorra Total. Melhem é ex-chefe do departamento de humor da TV Globo.

Em entrevista ao podcast dos jornalistas Guilherme Amado e Olívia Meireles, Luís demonstrou apoio às pessoas que denunciaram o diretor no período em que ele trabalhava no canal. “Ele tinha que estar num psicólogo tratando o grau elevado da sexualidade dele. Tratando a prática de exercer poder dessa maneira”, disse em maio deste ano.

À época, Melhem se pronunciou em nota. “Essa entrevista que, na tentativa de reforçar uma narrativa, apenas evidencia mais e mais mentiras e contradições. Miranda se declara amigo íntimo de Calabresa. E mesmo ele, com toda amizade e tendo estado na festa 100, conta que quando ouviu a denúncia de Calabresa (anos após a festa) liga para Mauro Farias e Maurício Farias para entender se não era vingança pelo programa perdido. Só isso já basta para mostrar que até um amigo íntimo que não viu nada, questionou se Calabresa agia por vingança. E agora tenta aderir à cartilha do ‘fui manipulado’ e ‘só agora entendo’”.

Melhem pediu indenização de R$ 50 mil por danos morais. Por outro lado, Miranda solicitou a condenação de Melhem por abuso processual e tentativas de intimidação pessoal.

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais