Ouça a rádio

Compartilhe

Minas tem a 1ª morte de varíola dos macacos no Brasil 

O paciente é do sexo masculino e morava em Belo Horizonte. Estado segue com 44 casos confirmados da doença

A maioria das notificações em Minas está em Belo Horizonte - único município mineiro onde foi confirmada a transmissão comunitária

O Ministério da Saúde confirmou, na manhã desta sexta-feira (29), a primeira morte por varíola dos macacos no Brasil. Trata-se de um paciente de 41 anos, do sexo masculino, residente em Belo Horizonte, confirmou a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

No Brasil, são 978 casos, sendo 744 apenas em São Paulo. Minas Gerais segue com 44 casos confirmados de varíola dos macacos, no entanto o número pode aumentar, já que a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) investiga 130 possíveis casos. Outros 82 casos foram descartados e dois foram classificados como provável.

Leia também: Varíola dos macacos: o que é, sintomas, tratamentos e causas

Nessa quinta (28), o Brasil confirmou os primeiros casos de varíola dos macacos em crianças. Os casos foram diagnosticados em três crianças, todos em São Paulo.

Em Minas, de acordo com informações divulgadas pela SES-MG nesta manhã, não há casos nessa faixa etária. Os confirmados são todos do sexo masculino, com idades entre 22 e 48 anos, em boas condições clínicas.

A monkeypox é causada por um poxvírus do subgrupo orthopoxvírus, assim como ocorre por outras doenças como a vaccinia, a cowpox e a varíola humana, erradicada em 1980 com o auxílio da vacinação. O quadro endêmico no continente africano se deve a duas cepas distintas.

Erramos

Mais cedo a Itatiaia informou que o caso havia sido registrado em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store