Ouça a rádio

Compartilhe

Centros pediátricos começam a funcionar a partir deste sábado para reforçar UPAs de BH

Os cincos centros instalados possuem um pediatra e dois médicos generalistas, além de outros profissionais 

Apesar dos centros, a UPA Norte continuará realizando atendimento pediátrico

Cinco Centros de Saúde de Apoio (CSAAP) começam a funcionar neste sábado (11), em Belo Horizonte, para reforçar o atendimento pediátrico nas unidades de saúde. Segundo a secretária Municipal de Saúde, Cláudia Navarro, o objetivo é atender com maior “eficiência” o público infantil depois do aumento de casos de doenças respiratórias.

Os centros funcionam das 7h às 19h. São eles: São Geraldo, na região leste, Carlos Chagas, na região Centro-Sul, São Francisco, na região da Pampulha, Rio Branco, em Venda Nova, e São Paulo, na regional Nordeste. Quem optar por ir à UPA, o atendimento pediátrico será realizado nas regionais Oeste, Barreiro e Norte.

“A ideia é melhorar o atendimento, dar um atendimento mais rápido, um atendimento de qualidade, fazendo com que esses pacientes também possam ser atendidos nos Centros de Saúde. Iremos evitar um acúmulo nos atendimentos da UPA”, explicou Cláudia Navarro à Itatiaia.

De acordo com a secretária, cada Centro terá um pediatra, dois médicos generalistas, dois enfermeiros, dois técnicos de enfermagem e um auxiliar de serviços gerais. Além disso, o setor administrativo estará em funcionamento durante todo o período.

“Quem acompanhou viu que, durante os últimos finais de semana, nós tivemos falta de pediatras ou pediatras únicos em cada UPA. Isso fazia com que o atendimento demorasse, às vezes, de noite, não tínhamos pediatra. Então a partir do momento em que nós estamos concentrando em três UPAs e nos Centros de Saúde, a ideia é que consigamos fechar todas as equipes, quer dizer, completar todas as equipes para que nós tenhamos um atendimento, não digo de melhor qualidade, mas um atendimento talvez um pouco mais eficiente para a rede”, destacou.

Os Centros de Saúde serão temporários, no entanto, a secretária de Saúde não soube explicar por quanto tempo eles estarão em funcionamento. “A partir do momento em que nós tivermos mais disponibilidade de plantonista de escala completa nas outras UPAs, nós iremos aumentar o número de UPAs que irão fazer o atendimento pediátrico e com relação ao Centro de Saúde também será uma resposta à demanda”, disse.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido