Ouça a rádio

Compartilhe

Professores da rede particular de BH e região entram em greve a partir de segunda-feira

A decisão pela greve ficou definida durante assembleia da categoria nesta quarta-feira (1); paralisação começa na segunda (6)

Decisão pela greve foi definida em assembleia do SINEPE nesta quarta-feira (6)

Professores da rede particular de Belo Horizonte, Região Metropolitana e outras localidades de Minas Gerais, decidiram que a partir da próxima segunda-feira (6) entrarão de greve por tempo indeterminado. A decisão foi anunciada após assembleia da categoria na tarde desta quarta-feira (1).

A proposta do patronal, recusada pelos docentes, prevê retirar o desconto da bolsa de quem atrasar mensalidade, aumentar o número de situações que permitem reduzir a carga horária dos professores sem ter de indenizá-los, incluir na Convenção uma cláusula que abre possibilidade para a escola não registrar nem pagar horas extras dos professores. Além disso, foi oferecido um reajuste de 5% para a educação básica e 4% para o ensino superior – percentuais bem abaixo da inflação.

Os professores alegam que estão insatisfeitos dizendo que fizeram dez reuniões até agora com o Sindicato das Escolas Particulares e não houve avanço nas negociações. Por causa disso, eles vão fazer mobilizações nas escolas nessa quinta e sexta-feiras, dias 2 e 3 de junho, para darem início à paralisação na próxima semana.

Na terça-feira (7), eles têm uma nova reunião com o Sindicato das Escolas e uma nova assembleia na quarta (8) para decidirem os novos rumos do movimento.

A presidente do Sindicato dos Professores da Rede Particular, Valéria Morato, explica os motivos da greve. "A categoria dos professores e professoras das escolas privadas deliberou por greve, por tempo indeterminado, a partir de segunda-feira (6) por ter recebido a negativa do Sindicato Patronal em negociar a nossa pauta de reivindicação. Nós pedimos nenhum direito a menos e o Sindicato Patronal insiste em retirar direitos dos trabalhadores, dos professores e professoras do setor privado."

*Com informações de Eustáquio Ramos

Ouça a entrevista completa aqui.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido