Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Participante do Enem é preso por engano e não consegue terminar a prova no Recife

O homem foi retirado da sala após ser informado que havia um mandado de prisão em aberto com seu nome e data de nascimento

O homem foi encaminhado para a delegacia e liberado em seguida

O homem foi encaminhado para a delegacia e liberado em seguida

Reprodução | TV Globo

Um homem de 50 anos foi preso pela Polícia Militar enquanto fazia a prova do Enem 2023 em uma escola do Recife neste domingo (5). Ele foi retirado da sala após os agentes alegarem que havia uma mandado de prisão em aberto contra ele.

Em entrevista ao g1, o rapaz contou que estava respondendo as questões do exame quando foi convocado pela coordenadora da seção para sair da sala. Chegando no pátio da escola, encontrou dois policiais militares, que informaram que seu nome e data de nascimento estavam incluídos no mandado. O homem apresentou documento de identificação e os policias perceberam se tratar de um engano quando compararam os nomes dos pais do candidato e do procurado.

Mesmo após apresentar documento, o homem foi encaminhado para o Instituto de Identificação Tavares Buril para checar as digitais e não pôde terminar a prova. Ele foi liberado em seguida e prestou queixa por danos morais após não conseguir concluir o Enem.

O homem ainda alegou que não pediu para fazer a prova novamente por não estar em condições emocionais. Além disso, alegou que ainda é cedo para afirmar se vai solicitar uma possível reaplicação da prova em dezembro.

“Estou desestabilizado, foi uma situação constrangedora. Várias pessoas presenciaram a situação, e, até que se prove o contrário, as pessoas têm um olhar negativo. Espero que a Justiça tome as medidas cabíveis e que haja uma reparação”, afirmou ao g1.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais