Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Textor lamenta erros cometidos pelo Botafogo no Brasileiro: 'É doloroso’

Proprietário da SAF alvinegra, o empresário norte-americano admite falhas e torcida contra o Palmeiras na reta final do Brasileirão

John Textor e André Mazzuco, diretor de futebol do Botafogo, no Rio de Janeiro

John Textor e André Mazzuco, diretor de futebol do Botafogo, no Rio de Janeiro

Vítor Silva/Botafogo

Após marcar presença no STJD, que determinou a sua suspensão por mais sete dias dos jogos do Botafogo, John Textor respondeu sobre a queda do time no Brasileirão. Ao reforçar as críticas à arbitragem, o proprietário da SAF admitiu que os jogadores não souberam “reagir aos desafios”.

“Mesmo com o problema do cartão vermelho (de Adryelson contra o Palmeiras) não deveríamos ter permitido o que aconteceu na sequência. Penso que depois do Flamengo, Atlético-MG, o que aconteceu entre nós e Palmeiras, Vasco e Grêmio, nossos jovens são humanos e tiveram dificuldade de lidar com essa adversidade. Os últimos 4 ou 5 jogos, apesar dos de acréscimos contra o Bragantino, foram limpos. Nós não reagimos ao desafio”, afirmou Textor em entrevista ao portal “ge”.

Após liderar o Brasileirão por 31 rodadas, o Botafogo foi ultrapassado pelo Palmeiras e entra na 37ª rodada a três pontos do líder. Nas últimas semanas, Textor publicou um relatório no qual aponta erros da arbitragem, os quais, na visão do americano, dariam um novo contexto à tabela se corrigidos.

De todo modo, o dirigente do Botafogo lamentou os erros cometidos pelos jogadores recentemente.

"É doloroso. É doloroso ouvir que estamos certos. Que o jogo contra o Palmeiras deveria ter terminado de forma diferente. Mas é mais doloroso ver os erros que cometemos, falta de concentração no fim dos jogos, dureza mental. É difícil, mas eles são humanos. É difícil para nós assistir, é para eles jogar.”

As chances de título ainda existem, mas o Botafogo também precisa somar pontos para garantir a vaga direta na fase de grupos da Libertadores de 2024. As partidas serão contra Cruzeiro, neste domingo (3) no Nilton Santos, e Internacional, na quarta (6) no Beira-Rio. Veja a tabela clicando aqui.

O Palmeiras, por sua vez, recebe o Fluminense e visita o Cruzeiro, e Textor estará na torcida dos rivais.

“Palmeiras tem dois jogos difíceis. Espero que o Fluminense seja orgulhoso de ser um clube no Rio. Não acho que queira ajudar ninguém com o campeonato. Espero que façam o melhor e batam no Palmeiras e nossos amigos no Cruzeiro façam o mesmo”, completou o empresário norte-americano.

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais