Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Com gol de Paulinho, Atlético bate Cuiabá na Arena MRV e cola no G6 do Brasileirão

Equipe alvinegra venceu o Cuiabá em casa e está a três pontos da zona que dá vaga à Copa Libertadores de 2024

Com gol do atacante Paulinho, o Atlético venceu o Cuiabá na noite deste sábado (23) por 1 a 0 e colou no G6 do Campeonato Brasileiro, grupo dos seis primeiros que garantem vaga na Copa Libertadores de 2024. O jogo no estádio alvinegro, a Arena MRV, em Belo Horizonte, marcou o encerramento da 24ª rodada.

O Atlético segue na nona posição do Brasileiro. Contudo, a equipe tem agora 37 pontos, a três do Atheltico-PR, que abre o G6. Flamengo, com 40, e Fortaleza, com 38, estão à frente do Galo. Já o Cuiabá seguiu como 11º, com 29.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado (30), mas em horários distintos, e pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Às 18h30, o Cuiabá recebe o Fluminense na Arena Pantanal, na capital do Mato Grosso. Já às 21h, Internacional e Atlético se enfrentam no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Atlético pressiona no início do jogo

O início de jogo foi do Atlético, mesmo com uma chance sem grandes perigos do Cuiabá aos oito minutos. Antes, aos quatro, o lateral-esquerdo Guilherme Arana cruzou para o atacante Paulinho, que, dentro da área, cabeceou no meio do gol, para a defesa do goleiro Walter.

A pressão seguir e, aos 13, o Galo acertou o travessão. O meia Pedrinho roubou bola no campo de ataque, tocou para o atacante argentino Cristian Pavón, que chtou forte logo após entrar na área, no travessão de Walter.

Galo volta a incomodar

Depois de minutos de equilíbrio, com o Cuiabá com maior tempo de posse de bola, o Atlético voltou a oferecer perigo. Aos 31, após trama ofensiva, Pedrinho chutou com perigo da entrada da área. A bola passou próximo à trave esquerda do gol cuiabano.

Nove minutos depois, mais uma ótima oportunidade perdida pelo Atlético. O zagueiro Bruno Fuchs deu belo passe para Pavón, que invadiu a área, cortou o defensor, mas chutou por cima do gol.

Gol do Galo

Depois de tanto tentar, o Atlético abriu o marcador, aos 42 minutos. Após boa tabela do atacante Hulk com Paulinho, ele dominou próximo à marca do pênalti e bateu no canto esquerdo de Walter, inaugurando o placar e fazendo a festa da torcida.

Atlético em cima na volta do intervalo

O segundo tempo começou semelhante ao primeiro, e novamente Paulinho levou perigo. O atacante recebeu na ponta esquerda e, da esquina da área, bateu com curva tentando o ângulo, mas a bola saiu à esquerda do gol.

Jogo morno, e o Cuiabá quase marca

O Atlético não impôs a mesma pressão de momentos do primeiro tempo, mas o jogo seguiu sem chances para o Cuiabá até então. A próxima chance de gol surgiu somente aos 30 minutos, quando o meia argentino Matías Zaracho recebeu na área e finalizou, mas Walter defendeu firme.

Já no lance seguinte, com 31, Everson fechou o gol atleticano. Após falta cobrada na área da direita e cabeçada forte do Cuiabá, o goleiro fez bela defesa com a mão direita. Na sequência, o atacante Deyverson chutou sem ângulo, para nova defesa do camisa 22 do Galo.

Fim movimentado

O Cuiabá voltou a ter nova finalização, com 36 minutos, mas Everson mais uma vez foi seguro, agora em bola fraca. Já aos 37, Hulk completou cruzamento de Guilherme Arana, e Walter defendeu. A torcida pediu gol, mas a bola não ultrapassou a linha da meta cuiabana segundo a arbitragem.

O Atlético conseguiu segurar o resultado e somou a décima vitória no Brasileirão. Já o Cuiabá amargou o 11º revés.

Atlético 1 x 0 Cuiabá

Atlético

Everson; Mariano, Mauricio Lemos (Jemerson, aos 21' do 2ºT), Bruno Fuchs e Guilherme Arana; Otávio, Rodrigo Battaglia e Pedrinho (Edenilson, aos 42' do 2ºT); Cristian Pavón (Matías Zaracho, aos 21' do 2ºT), Paulinho (Réver, aos 48' do 2ºT) e Hulk (Alan Kardec, aos 42' do 2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Cuiabá

Walter; Matheus Alexandre, Marllon, Alan Empereur e Uendel (Rikelme, aos 25' do 2ºT); Fernando Sobral (Lucas Mineiro, intervalo), Raniele e Denilson (Pablo Ceppelini, aos 34' do 2ºT); Wellington Silva (Derik Lacerda, intervalo), Clayson (Pablo, aos 25' do 2ºT) e Deyverson. Técnico: Bruno Lazaroni (auxiliar de António Oliveira)

Cartões amarelos

Mauricio Lemos (aos 23' do 1ºT), Pedrinho (aos 24' do 2ºT) e Otávio (aos 35' do 2ºT), do Atlético; Lucas Mineiro (aos 3' do 2ºT), Denilson (aos 4' do 2ºT) e Marllon (aos 15' do 2ºT), do Cuiabá

Motivo: 24ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Data e horário: 23 de setembro de 2023 (sábado), às 21h (de Brasília)

Local: Arena MRV, em Belo Horizonte-MG

Público e renda: 36.104 presentes; R$ 2.177.120,50

Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon (SP) e Francisco Chaves Bezerra (PE)

Árbitro de vídeo: Rodolpho Toski (PR)

Matheus Muratori é jornalista multimídia com experiência em muitas editorias, mas ama a área esportiva. Faz cobertura de futebol, basquete, vôlei, esportes americanos, olímpicos e e-sports. Tem experiência em jornal impresso, portais de notícias, blogs, redes sociais, vídeos e podcasts.
Leia mais