Ouvindo...

Times

Cisco no olho

Leia a mensagem de Dom Walmor

Saúde e paz!

Jesus, na sua maestria, apresentou importante questionamento a seus discípulos: “Por que reparas no cisco no olho do teu irmão e a trave no próprio olho não percebes?” A pergunta do Mestre, narrada no Sermão da Montanha pelo Evangelista Mateus, deve sensibilizar cada pessoa. Muitas vezes formulamos juízos sobre os outros, condenamos, criticamos. Com facilidade, apontamos o que consideramos ser erro, convictos de que sempre estamos certos. A pergunta feita por Jesus traz-nos uma advertência: é preciso ter cuidado para não sermos soberbos, orgulhosos e excessivamente rígidos.

A soberba, o orgulho e a rigidez excessiva fazem-nos acreditar que podemos julgar uns aos outros, apontar defeitos. Assim, perdemos a habilidade de dialogar e de reconhecer o valor de quem pensa diferente. Jesus faz preciosa recomendação para não nos deixarmos tomar pela soberba, pelo orgulho e pela rigidez: “Tira primeiro a trave do teu próprio olho, então enxergarás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão!” Acolher a orientação do Mestre ajuda cada um de nós a buscar a superação das próprias estreitezas.

Possamos olhar menos o cisco no olho dos outros, para melhor percebermos, darmos mais atenção, à trave de nosso próprio olho.

Fraterno abraço, com apreço.

O Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e publica semanalmente aos sábados no Portal Itatiaia.
Leia mais