Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Dengue: BH deve começar a vacinar grupo de risco nesta semana, diz Sec. de Saúde

A estratégia da Prefeitura de Belo Horizonte é não desperdiçar nenhum imunizante, para proteger a população contra o vírus o mais rápido possível

O Secretário de Saúde de Belo Horizonte, Danilo Borges, espera começar na próxima semana a vacinação contra a dengue para o grupo de risco, que são crianças de 10 e 11 anos, nos 152 centros de saúde da capital, por meio do SUS.

“Provavelmente, no início da semana, em questão de poucos dias, a gente já inicia a vacinação (contra a dengue). Espero que daqui algumas semanas estar falando com vocês (imprensa) que todo o público-alvo dessa vacina já recebeu sua dose”, disse o secretário Danilo Borges em entrevista à Itatiaia.

Belo Horizonte decretou epidemia de dengue em 7 de fevereiro de 2024, com mais de 6 mil casos confirmaodos e a constante alta nas hospitalizações.

A estratégia da PBH é não desperdiçar nenhum imunizante, para proteger a população o mais rápido possível.

“É importante que as nossas equipes estejam familiarizadas, porque é uma vacina nova e a gente não pode se dar ao luxo de perder nenhuma dose”, completou o Sec. de Saúde BH.

Leia também

Hospitais de campanha

O Secretário de Saúde de Belo Horizonte, Danilo Borges, também anunciou ontem (25) a possibilidade de ampliação de leitos para atender pacientes com dengue, zika e chikungunya na cidade.

As autoridades estão considerando a criação de hospitais temporários e Unidades de Reposição Volêmica (URVs) para oferecer cuidados, especialmente em locais onde já ocorre atendimento para dengue.

A situação de emergência foi decretada em 90 cidades mineiras, agilizando a contratação de serviços para lidar com a epidemia.

Até o momento, há 99.035 casos confirmados de dengue em Minas Gerais, com 32 mortes confirmadas e 166 em investigação, além da primeira morte por chikungunya em 2024 em Belo Horizonte.

O Secretário de Saúde do Governo de Minas, Fábio Baccheretti, prevê a pior crise de dengue da história do estado em 2024, com o maior número de casos já registrados em comparação aos anos epidêmicos anteriores.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai. Hoje, é repórter multimídia da Itatiaia.
Leia mais