Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Incêndio que deixou homem carbonizado em BH foi criminoso; suspeito é preso

De acordo com os Bombeiros, o local seria ocupado por usuários de drogas e o crime teria sido motivado por uma desavença

O incêndio que atingiu uma casa no bairro São Marcos, na região Nordeste de Belo Horizonte, neste domingo (26), foi criminoso, segundo informações da Polícia Militar. Um homem foi encontrado carbonizado durante o atendimento da ocorrência.

De acordo com o sargento João Fábio, do 16º Batalhão da Polícia Militar, o autor assumiu, em um primeiro momento, que teve uma desavença com a vítima e, por conta da confusão, teria colocado fogo no imóvel.

Conforme divulgado pelos bombeiros, imóvel estaria sendo ocupado por usuários de drogas. Duas equipes dos bombeiros foram acionadas ao local para conter as chamas e impedir que elas se alastrassem para imóveis vizinhos.

Versão contraditória

O suspeito ainda teria alegado que a motivação da confusão foi por uma dívida relacionada com o tráfico de drogas. Pouco tempo depois, ele afirmou que a confusão se deu por conta de um celular e, em seguida, afirmou não conhecer a vítima e não ser autor do crime.

“Inicialmente o autor nos relatou que de fato ateou fogo na casa com o objetivo de ceifar a vida da vítima e, posteriormente, foi se acalmando e até a chegada na delegacia deu informações diversas e controversas, de que era uma briga, que tentou ajudá-lo, que ele estava nervoso”, relatou o militar.

O homem foi agredido por populares que presenciaram a ação e encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Ele foi preso e segue para o sistema prisional, onde fica à disposição da Justiça.

A Defesa Civil está no local avaliando os danos provocando no imóvel pelas chamas. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a ocorrência e elucidas as circunstâncias do caso.

Histórico

O homem encontrado morto no local teria histórico criminal por homicídio e, segundo informações da corporação, o possível assassinato pode ser um “acerto de contas”. O autor possui passagens por outros crime e já foi preso.

Apaixonado por rádio, sou um bom mineiro que gosta de uma boa conversa e de boas histórias. Além de acompanhar a movimentação do trânsito, atuo também na cobertura de vários assuntos na Itatiaia. Sou apresentador do programa ‘Chamada Geral’ na Itatiaia Ouro Preto.
Formado em Jornalismo pelo UniBH, em 2022, foi repórter de cidades na Itatiaia e atualmente é editor dos canais de YouTube da empresa.
Leia mais