Ouvindo...

Times

Vídeo: relembre a primeira entrevista de Alberto Pinto Coelho como governador de Minas

Alberto chefiou o poder Executivo de Minas Gerais entre abril e dezembro de 2014

Morreu, nesta segunda-feira (20), Alberto Pinto Coelho, ex-governador de Minas Gerais, aos 78 anos. O político, que lutava contra uma leucemia, estava internado no hospital Mater Dei, na capital mineira.

Alberto Pinto Coelho era casado com a pedagoga Célia Pinto Coelho e deixa quatro filhos, Alberto, Alexandre, Daniel e Paula e cinco netos.

Alberto chefiou o poder Executivo de Minas Gerais entre abril e dezembro de 2014. Ele ocupou o posto em virtude da renúncia de Antonio Anastasia, de quem era vice-governador. Anastasia deixou o cargo para concorrer a uma vaga no Senado.

Sua primeira entrevista de posse, foi em 4 de abril de 2014. Alberto tinha mais de 30 anos de experiência em gestão estatal.

Alberto governou Minas entre abril e dezembro de 2014, após Antonio Anastasia renunciar para concorrer ao Senado. Formado em administração de empresas, o ex-governador ocupou cargos de gerência superior e de diretoria nas áreas de gestão administrativa, comercial, planejamento operacional e de marketing. Foi ainda representante do Ministério das Comunicações em Minas Gerais e comandou o Dentel-MG.

Alberto Pinto Coelho exerceu quatro mandatos parlamentares, sendo votado em 750 dos 853 municípios mineiros. Em 2009, Alberto Pinto Coelho foi reeleito presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, com 74 dos 77 votos. Ele assumiu também a presidência do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil.

Em 16 anos de Parlamento, Alberto Pinto Coelho foi ainda presidente de Comissões; líder de bancada; líder de Governo. São de sua autoria os Projetos de Lei Pró-Confins e o que trata da Política Estadual de Resíduos Sólidos.

Em outubro de 2010, Alberto Pinto Coelho foi eleito vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Antonio Anastasia.

Em abril de 2014, Alberto Pinto Coelho assumiu o Governo do Estado de Minas Gerais. Entre os projetos de destaque de sua gestão estão o Aeroporto de Goianá, Minas Comunica II, programa que leva telefonia e transmissão de dados para os municípios Mineiros.

Biografia

Alberto Pinto Coelho nasceu no dia 3 de outubro de 1945, no município de Rio Verde (GO), e aos três anos de idade retornou com sua família para Belo Horizonte, Minas Gerais. Era filho do professor e advogado militante Dr. Alberto Pinto Coelho, mineiro de Manhuaçu, e de dona Abigail, professora primária, também mineira, de São Domingos do Prata. Seu pai presidiu a Assembleia Legislativa de Goiás entre 1947 e 1948.

Atuação no Legislativo

Em 1994, Alberto Pinto Coelho elegeu-se deputado estadual pelo Partido Progressista (PP) e cumpriu quatro mandatos consecutivos, sendo votado em 750 dos 853 municípios mineiros. Durante 16 anos de atividades no parlamento, ele foi ainda presidente da Comissões, líder de Governos e autor de diversos projetos inovadores para o Estado.

Entre as proposições de sua autoria, estão o Projeto de Lei que trata da Política Estadual de Resíduos Sólidos e o Projeto de Lei Pró-Confins, que abriu caminho para a criação do primeiro aeroporto industrial do país, inaugurado em março deste ano. Foi também relator do substitutivo que alterou o artigo 212 da Constituição do Estado, destinando no mínimo 1% da receita orçamentária corrente para projetos de Ciência e Tecnologia.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais