Ouvindo...

Times

Após seis dias do temporal, 1,3 mil imóveis ainda estão sem luz em SP

Câmara vai instalar CPI da Enel nesta quinta (9)

Seis dias depois do temporal que atingiu o estado de São Paulo, em especial a região da capital paulista, 1,3 mil imóveis ainda estão sem energia elétrica, de acordo com levantamento da manhã desta quinta-feira (9), divulgado pela Enel, concessionária de energia.

O número corresponde ao total de endereços da Grande São Paulo que ainda enfrentam o problema, que começou no fim da tarde de sexta-feira (6). Ventos de mais de 100 km/h foram registrados. Oito pessoas morreram no estado.

A Enel descumpriu todos os prazos informados para o restabelecimento do serviço e tem sido cobrada por órgãos responsáveis. Moradores fizeram protestos em diferentes pontos da capital ao longo da semana.

Na quarta-feira (8), o presidente da Enel, Max Lins, fez um pedido de desculpas aos consumidores durante entrevista coletiva. A empresa informou que estuda um plano de ressarcimento.

Na tarde desta quinta, a Câmara de São Paulo vai instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel, que vai apurar irregularidades cometidas pela empresa. Na quarta, os vereadores aprovaram a criação da comissão.

Já na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), que tem uma CPI aberta para apurar irregularidades cometidas pela Enel desde 2018, foram aprovadas na quarta as convocações dos presidentes estadual e nacional da empresa.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais