Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Empresa paga salário 367 vezes maior para ex-funcionário, que se recusa a devolver valor

O ex-funcionário deveria ter recebido cerca de R$1,3 mil, mas a empresa transferiu quase R$500 mil; o homem é investigado pela polícia

Após uma empresa pagar, sem querer, um salário 367 vezes maior para um ex-funcionário, o homem está se recusando a devolver o dinheiro. O caso aconteceu na Hungria e o suspeito está sendo investigado pela polícia do país.

A empresa, que fica na cidade húngara de Kaposvár, conta que o homem ficou empregado por apenas três meses e foi demitido ainda no período de experiência. Ele deveria receber 92.549 florins, cerca de R$1.300, mas a empresa acabou transferindo o valor em euros, o que representa R$500 mil.

O erro aconteceu porque o homem tinha uma conta bancária da Áustria, país que usa o euro como moeda oficial, enquanto a Hungria usa o florim. Ao fazer a transferência, a empresa deveria ter convertido os valores e só depois efetuado o pagamento. Com a confusão, o homem acabou recebendo €92 mil euros.

A empresa entrou em contato com o ex-funcionário e pediu que ele devolvesse o dinheiro, mas o homem se recusou, afirmando que não tinha mais como acessar a conta bancária. Contudo, uma investigação policial descobriu que ele tinha retirado €15,5 mil euros da conta com o intuito de transferir para outro banco.

O Gabinete do Procurador Distrital de Kaposvár permitiu que a conta do ex-funcionário fosse bloqueada, e a empresa conseguiu recuperar €70 mil euros.

Leia mais