Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Presidente do Vitória se irrita e sobe o tom contra críticas; confira

Em entrevista coletiva, Fábio Mota lembrou todos os feitos de sua gestão ao rebater ‘pessoas sem coragem’

Presidente do Vitória, Fábio Mota fez um longo desabafo na tarde desta quinta-feira (16). Logo após a apresentação do técnico Thiago Carpini, o mandatário rubro-negro subiu o tom contra as críticas que vem recebendo nas redes sociais e relembrou todos os feitos de sua gestão.

“Vai criticar o quê? Que eu saí da Série C para a Série B? Vai criticar que assumi uma instituição que devia R$ 330 milhões, que ninguém queria passar nem por perto, que tinha que pagar R$ 35 milhões para jogar, para entrar em campo? Saí da Série C, fui para a Série B. Conseguimos ser campeões da Série B. Conseguimos um Campeonato Baiano quando nenhum de vocês acreditavam. Todo mundo dizia que o Bahia era favorito. Voltamos para a Série A. Quais são as críticas?”, questionou, e depois completou:

“Ou será que vão criticar porque fizemos a revolução no prédio da base, três campos, iluminação, miniestádio? A academia que vamos entregar dia 30 [de maio], com seis campos de futebol, com vestiário, com bar, com portaria nova? Ou vai criticar que acabamos de conseguir o ônibus novo? Dá para criticar assim? As pessoas não têm coragem de criticar tete a tete porque não têm o que dizer. Infelizmente tem politicagem no clube, em que o cara se aproveita, torce até para o Vitória perder, para aparecer nesse momento insinuando algumas situações”.

Dentro de campo, o Vitória não vive um bom momento. Depois da conquista do título do Campeonato Baiano, o time não sabe o que é vencer e ocupa a 18ª colocação da Série A do Campeonato Brasileiro, com um ponto.

A fase ruim culminou na demissão do técnico Léo Condé, campeão duas vezes com o clube no período de um ano e quatro meses. Thiago Carpini, ex-São Paulo e Juventude, foi o escolhido para assumir o comando da equipe. Ele foi apresentado nesta quinta-feira (16).

Fábio Mota ainda disse que está aberto a receber críticas, desde que elas sejam justas.

“Eu não tenho problema com crítica. Estou aberto a crítica, a diálogo, e tenho a consciência devida de que larguei minha vida para resgatar o Vitória. Agora, no mesmo momento que somos recebidos no aeroporto, chegando da Série C, chegando da Série B, do Campeonato Baiano, nos braços do povo, o Vitória perde quatro jogos no Campeonato Brasileiro e eu sou o pior presidente da história do clube”, pontuou.

Próximo jogo

O Leão volta a campo na próxima quarta-feira (22), para enfrentar o Botafogo, pela terceira fase da Copa do Brasil. O duelo acontece no Barradão, em Salvador (BA) a partir das 19h (de Brasília).

Como perdeu o jogo de ida, o Rubro-Negro baiano precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar às oitavas de final, e por um para levar a decisão para os pênaltis.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais