Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Sem acesso à Série A, Sport terá orçamento reduzido para a temporada 2024

Com chegada do processo de recuperação judicial, aliada ao não acesso do clube à Série A, a direção rubro-negra trabalha com um orçamento inferior do que o

Direção rubro-negra trabalhará com redução de orçamento para 2024

Rafael Bandeira/Sport

Direção rubro-negra trabalhará com redução de orçamento para 2024

A folha salarial do Sport sofrerá uma redução para a temporada 2024. Com a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro, competição que o clube disputará pelo terceiro ano consecutivo, o Leão não conseguirá manter o mesmo patamar de investimento realizado neste ano.

A informação foi detalhada à Itatiaia por João Marcelo Barros, membro do Comitê Gestor do futebol rubro-negro. Segundo o dirigente, três fatores serão basilares para que o clube precise conter custos.

“A gente tem um desafio esse ano que é o início do pagamento da recuperação judicial. Vamos ter um comprometimento de receita gigante, pagando débito de décadas. Segundo ponto, nós não temos premiação ou cota de participação pelo Estadual, pagamos para jogar”, começou por explicar Barros.

“Terceiro ponto: temos uma incerteza em relação à cota da Série B. Assim como foi esse ano, quando a venda aconteceu aos 45 segundo tempo. Com essa incerteza, e, principalmente, com a recuperação judicial, seria uma imprudência nossa planejar 2024 no mesmo patamar financeiro 2023. Temos interesse em manter boa parte atletas, alguns dele propondo permanência, mas com uma readequação salarial”, detalhou.

A direção não confirmou de quanto será a redução nos investimentos para 2024.

Receita da LFF

Por outro lado, o Sport vai receber aproximadamente R$ 135,8 milhões, relativo ao acordo de adesão à Liga Futebol Forte (LFF). O montante é referente às vendas, a partir de 2025, de um quinto dos direitos de transmissão da equipe no Campeonato Brasileiro durante 50 anos - ou seja, até 2075.

O presidente do clube, Yuri Romão, confirmou o recebimento de cerca de R$ 68 milhões há cerca de dez dias. O mandatário, entretanto, ainda não detalhou o destino da

Em entrevistas recentes à Itatiaia, Romão afirmou que o plano para essa verba oriundo da LFF seria discutido democraticamente com o Conselho Deliberativo do clube.

Porém, um dos destinos prováveis desse valor seria fundamentalmente para negociar dívidas, entrando nos acordos relativos ao processo de recuperação judicial. Outro ponto colocado foi a estruturação da Ilha do Retiro. O presidente Yuri Romão tem nos planos realizar uma ampla reforma na Ilha do Retiro.

Jornalista, natural do Recife, é atualmente correspondente do portal Itatiaia Esporte na região Nordeste. Com mais de uma década de experiência no jornalismo esportivo, tem passagens pela Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco, Superesportes e NE45. Em Portugal, trabalhou por O Jogo e Sport Magazine.
Leia mais