Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Freguesia: Brasil acumula derrotas históricas para a Argentina

Seleção Brasileira, atual bicampeã olímpica, ficou fora dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 com revés neste domingo (11)

De fora da Olimpíada de Paris 2024, a Seleção Brasileira acumula derrotas históricas para a Argentina. Neste domingo (11), com gol de Gondou, os “hermanos” venceram por 1 a 0, em Caracas, na Venezuela, e se classificaram para os Jogos Olímpicos. Por outro lado, os atuais bicampeões olímpicos repetiram o mesmo vexame de 2004 e não disputarão o torneio.

Em menos de três anos, a Argentina já conquistou quatro vitórias relevantes sobre o Brasil. Em julho de 2021, Di María calou o Maracanã, no Rio de Janeiro, ao encobrir o goleiro Alisson e marcar o gol do título da Copa América. À época, o país encerrou um jejum de 28 anos sem levantar um troféu.

Já em novembro do ano passado, Otamendi garantiu um outro triunfo importante para a Argentina no clássico. No Maracanã, o zagueiro subiu mais alto que todos os defensores do Brasil e anotou o gol da vitória do time de Lionel Scaloni. O resultado marcou a primeira derrota da história da Seleção em casa pelas Eliminatórias.

Ainda em novembro de 2023, a Albiceleste voltou a derrotar o Brasil. Na ocasião, com hat-trick de Echeverri, a Argentina goleou a Seleção em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo Sub-17, na Indonésia.

Já em 2024, além de não ter se classificado para a Olimpíada de Paris, o Brasil viu o seu maior rival garantir vaga em um confronto direto.

Por meio das redes sociais, a Argentina aproveitou a vitória para provocar a Seleção. Em sua conta no X, o antigo Twitter, a AFA relembrou o gol de cabeça marcado por Otamendi, assim como Gondou neste domingo (11). “1-0 de cabeça contra o Brasil? Isso já foi visto”, satirizou.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Leia mais