Ouvindo...

Times

Cruzeiro passa ‘recado ao mercado’ com contratação de Cássio; entenda

Alexandre Mattos, CEO de futebol do clube celeste, adota estratégia parecida com outros trabalhos

O Cruzeiro vai anunciar nesta semana a contratação do goleiro Cássio, primeiro reforço da ‘era Pedro Lourenço’ no comando do clube. O jogador, ídolo do Corinthians, deixará a equipe paulista e assinará por três anos com a Raposa.

A contratação tem o ‘selo’ Alexandre Mattos, novo CEO de futebol do Cruzeiro. Ele já adotou estratégias parecidas em trabalhos anteriores. Com a chegada de Cássio, uma movimentação de impacto, o dirigente visa ‘dar um recado ao mercado’.

Mattos já fez isso em outras oportunidades e faz questão de deixar claro. No ano passado, em entrevista ao Benja Me Mucho, programa do jornalista Benjamin Back, ele comentou a estratégia, que foi adotada nos tempos de Cruzeiro, Palmeiras e Athletico-PR.

“Para mexer a chavinha no Palmeiras, foi o Dudu. Não pelo jogador que ele era naquele momento, com altos e baixos no Grêmio. Mas, pelo barulho que deu de estar acertado com A ou B e chegar ao Palmeiras, foi um recado ao mercado que o Palmeiras estava vivo. Ali a gente conseguiu atrair profissionais, jogadores e agentes que não passavam ali na porta”, disse.

“Eu falei com o Petraglia (sobre o Vitor Roque). Sabe aquele tiro? O Dedé no Cruzeiro, o Dudu no Palmeiras… Nós precisamos mostrar para o mercado que vamos atuar um pouco diferente agora”, completou.

Além de Cássio, o Cruzeiro mira outros nomes de impacto no mercado para reforçar o elenco para a sequência da temporada: Keno, Rony, Mina e Cuéllar são jogadores especulados na equipe celeste.

Acerto com o Cruzeiro

Cássio chegará ao Cruzeiro sem custos com status de titular a partir de julho, quando terá sua inscrição liberada. Contudo, ele precisará ganhar a vaga de Anderson, que assumiu a posição na equipe comandada por Fernando Seabra. O camisa 98 disputou os últimos oito jogos do clube celeste por Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Vale lembrar que o time celeste acerta com Cássio após a saída de Rafael Cabral, negociado com o Grêmio. O goleiro disputou 120 jogos pela Raposa, mas saiu do clube após muitas críticas por atuações inconsistentes.

Cássio

Cássio começou a carreira profissional em 2006, pelo Grêmio. Jovem e com poucas oportunidades, ele foi negociado com o PSV-HOL. Depois, o goleiro defendeu Sparta Rotterdam-HOL e PSV novamente, até chegar ao Corinthians em 2012. O goleiro soma algumas convocações à Seleção Brasileira entre 2007 e 2019.

O goleiro soma 712 jogos pelo Corinthians, sendo 710 como titular. Ele conquistou nove títulos com a camisa alvinegra: Mundial de Clubes da Fifa (2012); Copa Libertadores (2012); dois Campeonatos Brasileiros (2015 e 2017); Recopa Sul-Americana (2013); e quatro Campeonatos Paulistas (2013, 2017, 2018 e 2019).

Neste ano, Cássio foi para o banco de reservas e viu Carlos Miguel assumir a titularidade. Foi a segunda vez que o ídolo foi preterido por opção técnica, sendo que a outra vez foi em 2016, quando Walter se tornou titular até Cássio retomar o posto posteriormente.

Cássio tinha contrato com o Corinthians até o fim de 2024, mas com proposta do Cruzeiro e preterido pelo técnico português António Oliveira ele seguiu para o clube mineiro. A equipe da Toca da Raposa aguardará somente exames médicos e a chegada do goleiro a BH para anunciar a contratação do jogador.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Túlio Kaizer é jornalista esportivo com grande experiência no digital. Foi setorista dos três grandes clubes do futebol mineiro: América, Atlético e Cruzeiro. Cobre também basquete, vôlei, esportes americanos, esportes olímpicos e e-sports.
Leia mais