Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Leandro Guerreiro, ex-Cruzeiro, desaprova aparência do novo Raposão: ‘não ficou legal’

Durante participação no programa Bastidores, o ex-volante afirmou que o novo Raposão é um ídolo dos torcedores e não pode perder sua identidade

Leandro Guerreiro, ex-jogador do Cruzeiro, criticou a nova aparência do Raposão, lançada nesta quinta-feira (23). Durante entrevista ao Bastidores, da Itatiaia, ele reprovou a mudança.

“Esteticamente eu acho que não ficou legal. Aquela Raposa mostrava força, dedicação”, afirma.

Guerreiro conta que o mascote faz parte da história do clube e é um ídolo entre os torcedores. De acordo com ele, ‘todo mundo adora quando ele entra no estádio’.

Na data do lançamento, o empresário estava em São Gotardo, no Triângulo Mineiro, em um evento de torcedores, que mostraram o vídeo e as novas identidades do Raposão ao ex-jogador.

“Eles começaram a receber e todo mundo achou que era brincadeira, que não poderia ser verdade”, lembra.

Em nota publicada nas redes sociais, organizadas do Cruzeiro afirmaram que o clube celeste admitiu o erro no lançamento de uma nova identidade de Raposão e Raposinho. As novas caras dos mascotes foram lançadas nessa quinta (23).

Participaram do encontro membros da Máfia Azul, Pavilhão Independente, Fanáti-Cruz, China Azul, Geral Celeste, Comando Rasta, Mancha Azul, Jovem do Cruzeiro e Cachazeiros. O diretor de operações do clube, Enrico Ambrogini, representou o clube celeste.

Apesar da nota divulgada pelas organizadas, o Cruzeiro não confirmou o cancelamento do projeto do novo Raposão.

A reportagem será atualizada caso o clube se manifeste oficialmente.

Formado em Jornalismo pelo UniBH, em 2022, foi repórter de cidades na Itatiaia e atualmente é editor dos canais de YouTube da empresa.
Leia mais