Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Campeonato Catarinense 2024: candidatos ao título, principais contratações e onde assistir

Competição começa neste sábado (20), e tem término previsto para o dia 7 de abril

O Campeonato Catarinense 2024 começa neste sábado (20). Com o mesmo formato das últimas temporadas, a competição terá turno único e mata-mata até a grande final. O término do torneio está previsto para o dia 7 de abril (domingo).

Ao todo, portanto, participam 12 equipes: Avaí, Barra, Brusque, Chapecoense, Concórdia, Criciúma, Figueirense, Hercílio Luz, Inter de Lages, Joinville, Marcílio Dias e Nação. Os oito mais bem colocados na primeira fase se classificam às fases finais, que terão jogos de ida e volta, com o mando de campo da partida decisiva beneficiando a equipe com melhor desempenho na etapa inicial.

Quanto ao rebaixamento, os dois times que tiverem os piores desempenhos na fase classificatória (11º e 12º colocados) caem de divisão. No ano passado, enquanto Camboriú e Clube Atlético Catarinense amargaram o descenso, Inter de Lages e Nação comemoraram o acesso à divisão de elite do Catarinense.

Maiores campeões

Os maiores campeões do Campeonato Catarinense são Avaí e Figueirense, ambos com 18 troféus. Completam o ranking as equipes do Joinville (12), Criciúma (11), Chapecoense (7), América-SC e Metropol (5), Caxias-SC (4), Carlos Renaux (2), Hercílio Luz (2), Olímpico (2), Ypiranga-SC (2), Brusque (2), Ferroviário-SC (1), Perdigão (1), Inter de Lages (1), Marcílio Dias (1), Paula Ramos(1), Operário-SC (1), CIP (1), Atlético Catarinense (1), Lauro Müller (1) e Externato (1).

O último campeão catarinense foi o Criciúma, que quebrou um jejum de dez anos, após vencer o time do Brusque na grande decisão.

Postulantes ao título

Desde as suas primeiras edições, o Campeonato Catarinense sempre foi caracterizado pela presença de muitos favoritos ao título, seja na capital Florianópolis ou no interior do Estado. No ano de 2024 não é diferente.

De volta à Série A do Campeonato Brasileiro, o Criciúma, que já venceu a Recopa Catarinense em 2024, talvez seja o maior dos candidatos ao título estadual. No entanto, Avaí e Chapecoense se reforçaram muito para a temporada, e buscam retomar seus lugares de protagonismo. O Brusque, vice-campeão na temporada passada, também pode surpreender.

‘Medalhões’ em Santa Catarina

Por falar em reforços de peso, são muitos os nomes conhecidos que irão disputar o Campeonato Catarinense em 2024. A nível de contratação, talvez o principal investimento nos chamados “medalhões” foi feito pelo Joinville, que acertou a chegada de personagens como Bruno Silva, Diego Renan e Vitor Leque, todos ex-Cruzeiro, além de Muriqui, ex-Atlético.

Outros que passaram por grandes reformulações nesta janela de transferências foram Avaí e Chapecoense. Enquanto o time Condá agora conta com nomes conhecidos, como o lateral-direito Mailton, o volante Auremir, o meio-campista Marlone e os atacantes Perotti e Osman, o Leão da Ilha tem no seu elenco o ex-zagueiro do Atlético, Tiago Pagnussat, por exemplo.

Vagas nas competições nacionais

Campeão e vice-campeão do Campeonato Catarinense 2024 garantem vaga na próxima do Brasil. Na fase classificatória, os três primeiros colocados que não estiverem na Séries A, B ou C do Brasileirão, estarão garantidos na Série D.

Objetivo de cada equipe

Abaixo, a Itatiaia traz uma lista com o objetivo, curiosidades e as principais contratações de cada uma das equipes para o Campeonato Catarinense de 2024, a centésima edição do Estadual, que começa neste sábado (20).

Avaí

Último entre os 12 clubes a se reapresentar, o Avaí quer voltar a sonhar com o título catarinense, após um desempenho decepcionante no ano passado. Para isso, o Leão da Ilha aposta na manutenção do técnico Eduardo Barroca, além de uma grande reformulação no plantel.

Ao todo, foram mais de 20 saídas anunciadas, e mais de dez contratações. Entre os reforços, estão jogadores que voltam à Ressacada, como os meio-campistas Judson e João Paulo, além de novos conhecidos da torcida: é o caso de Mauricio Garcez e Tiago Pagnussat.

Barra

Fundado em janeiro de 2013 e tendo as categorias de base como principal ativo, o Barra terá, para o Campeonato Catarinense, o elenco jovem, com oito atletas com menos de 20 anos de idade.

Semifinalista no ano passado, o clube tem como principal projeto administrativo a construção de um com prazo de conclusão em maio deste ano, com um estádio de capacidade para cinco mil torcedores, centro de treinamento e alojamento para a base. Até a conclusão da obra, o Pescador mandará suas partidas em Itajaí.

Brusque

Campeão da Recopa Catarinense, vice-campeão estadual e da Série C do Campeonato Brasileiro no ano passado, o Brusque é, certamente, um dos candidatos ao título em 2024.

Para isso, o Quadricolor aposta na permanência do técnico Luizinho Lopes, da dupla de ataque Guilherme Queiróz e Olávio e do goleiro Matheus Nogueira. Além disso, foram nove os reforços anunciados pelo Brusque.

O calendário de 2024 para o Marreco é promissor, com as disputas do Estadual, Série B do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Chapecoense

Com apenas quatro remanescentes da temporada passada, a Chapecoense está literalmente “de cara nova” para 2024.

Ao todo, são mais de 10 contratações, além das chegadas de nomes já conhecidos pelo torcedor, como Perotti, Thomás Bedinelli, Maílton e Osman.

O comando técnico ficará por conta do experiente Claudinei Oliveira, que depois de evitar o rebaixamento à Série C do Brasileiro no ano passado, foi mantido no cargo.

Concórdia

Para a disputa do Campeonato Catarinense de 2024, o Concórdia, que deve lutar contra o rebaixamento, teve que solucionar problemas extracampo, como a questão envolvendo a estrutura do Estádio Domingos Machado de Lima, que passou por reparos de infraestrutura. Agora, o Galo do Oeste luta para sanar o restante das dívidas.

Criciúma

Atual campeão catarinense e da Recopa Catarinense, em 2024, o Criciúma busca o bicampeonato consecutivo. De volta à Série A do Brasileirão, a equipe comandada por Cláudio Tencati tem cinco reforços confirmados para 2024: Baltasar Barcia, Higor Meritão, Miguel Trauco, Renato Kayzer e Yerson Candelo.

Além disso, o time carvoeiro contará com a permanência do centroavante Eder, pelo menos até o fim do Catarinense, já que, para o restante da temporada, a presença do jogador ainda é incerta.

Figueirense

Primeiro entre os grandes a se reapresentar e um dos maiores campeões catarinenses, o Figueirense conta com um novo técnico, João Burse, e uma nova diretoria da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

Dentro de campo, além da manutenção de boa parte dos atletas que estiveram na temporada passada, a equipe conta com onze reforços: Vinicius Barreta (goleiro); Genilson, Rafael Ribeiro e Thomás Kayck (zagueiros); Cedric, Jonathan e Tito (laterais); JP Iseppe e Matheus Farinha (volantes); e Alisson Santos e Ruan Levine (atacantes).

Hercílio Luz

Após eliminações frustrantes na temporada passada, o Hercílio Luz chega ao Campeonato Catarinense 2024 sob novo comando técnico e administrativo: enquanto Felipe Moreira assume o cargo de treinador, Pedro Smania é o novo diretor-executivo.

Além disso, foram 11 saídas e nove reforços confirmados para a disputa do estadual e da Série D do Brasileiro.

L

Um dos times que conseguiu o acesso na temporada passada, no Campeonato Catarinense de 2024, o Inter de Lages lutará pela permanência na elite do futebol estadual. Para isso, o principal destaque da equipe é a manutenção do técnico Evandro Guimarães, de 50 anos, que comandou a equipe na campanha do acesso.

M

Terceiro maior campeão catarinense, o Joinville tenta “fugir” do pior momento de sua história. Sem disputar competições nacionais desde 2021, o JEC busca, nesse Campeonato Catarinense, uma vaga na Série D do Brasileirão.

Para isso, o Coelho conta com “medalhões” como Bruno Silva, Diego Renan e Vitor Leque, todos ex-Cruzeiro, além de Muriqui, ex-Atlético. Além disso, se puder sonhar alto, a equipe tentará quebrar o jejum de títulos estaduais, já que não conquista o Catarinense desde 2001.

Marcílio Dias

Derrotado diante do Criciúma pela Recopa Catarinense, o Marcílio Dias buscará uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro através do Estadual. Para 2024, a equipe conseguiu manter nomes importantes no elenco, como o meio-campista Juninho Tardelli, irmão de Diego Tardelli, e o atacante Gustavo Poffo.

P

Fundado em 2018 e estreante na elite do futebol catarinense, a equipe do Nação buscará a permanência nessa edição da competição. Para isso, o clube fez 11 contratações e montou um elenco jovem, com média de idade de 21,2 anos.

Participantes

  • Avaí (Florianópolis);
  • Barra (Balneário Camboriú);
  • Brusque (Brusque);
  • Chapecoense (Chapecó);
  • Concórdia (Concórdia);
  • Criciúma (Criciúma);
  • Figueirense (Florianópolis);
  • Hercílio Luz (Tubarão);
  • Inter de Lages (Lages);
  • Joinville (Joinville);
  • Marcílio Dias (Itajaí);
  • Nação (Araquari);

Primeira rodada do Campeonato Catarinense 2024

  • 20/01 (sábado), às 16h30 (de Brasília) - Criciúma x Figueirense, no Estádio Heliberto Hülse, em Criciúma;
  • 20/01 (sábado), às 18h30 (de Brasília) - Joinville x Marcílio Dias, na Arena Joinville, em Joinville.
  • 20/01 (sábado), às 19h30 (de Brasília) - Chapecoense x Hercílio Luz, na Arena Condá, em Chapecó;
  • 21/01 (domingo), às 16h (de Brasília) - Inter de Lages x Concórdia, no Estádio Municipal Tio Vida, em Lages;
  • 21/01 (domingo), às 18h (de Brasília) - Barra x Brusque, no Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí;
  • 21/01 (domingo), às 19h (de Brasília) - Avaí x Nação, na Ressacada, em Florianópolis.

Onde assistir

O Campeonato Catarinense 2024 será transmitido tanto na TV aberta, quanto no YouTube. O torcedor poderá acompanhar os jogos da seguinte maneira:

  • NSC TV (um jogo por rodada);
  • Canal MBTV no YouTube (transmissão da competição completa)

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista pela PUC Minas, Filipe Sodré é repórter multimídia no portal Itatiaia Esporte. Antes, passou por LANCE! e Esporte News Mundo. Tem experiência na cobertura esportiva diária, além de vídeos e podcasts.
Leia mais