Ouvindo...

Times

Atlético chega a acordo verbal com Felipão para suceder Coudet

Campeão do mundo pela Seleção Brasileira, Felipão está próximo de assumir o Galo

Após a saída do argentino Eduardo Coudet, o Atlético está próximo de fechar com um velho conhecido do futebol brasileiro.

Campeão do mundo pela Seleção Brasileira, em 2002, Felipão tem acordo verbal com o Galo e restam poucos detalhes para o acordo ser oficial. O tempo de contrato ainda não foi definido, mas a tendência é que as partes assinem até o final de 2024. Um vínculo até o fim desta temporada também não é descartado.

Nesta sexta-feira (16), a diretoria do Atlético avançou nas tratativas e encaminhou a chegada de Felipão à Cidade do Galo. Atualmente, Felipão é diretor técnico do Athletico-PR.

O Galo aposta em um treinador mais experiente e com bom histórico de controle de vestiário. Em dado momento, os jogadores da Seleção Brasileira adotaram o termo “Família Scolari” por esse motivo.

Fato curioso de Felipão

Nessa quinta-feira (16), em entrevista à TV Globo, Felipão afirmou que não descartava voltar a ser treinador, mas não no Brasil. Na ocasião, manifestou o desejo de retornar ao Oriente Médio.

“Sempre disse que não vou ser mais treinador no Brasil. A Arábia Saudita está pagando muito bem. Não sei, vou pensar”, disse.

Último trabalho de Felipão

Em 2022, no comando do Athletico-PR, Felipão foi finalista da Copa Libertadores. Na ocasião, ele foi derrotado pelo Flamengo na decisão. O jogo foi disputado em Guayaquil, no Equador.

Pelo Furacão, foi o comandante em 47 jogos, com 22 vitórias, 14 empates e 11 derrotas. O aproveitamento foi de de 56.7%. No período, o clube marcou 68 gols e sofreu 51.

Carreira de Felipão

Perto de assumir o Atlético, Felipão já comandou 18 clubes e sete seleções em sua longa e vitoriosa carreira. Renomado, conquistou 27 títulos, incluindo Copa Libertadores (2x), Campeonato Brasileiro (2x), Copa do Brasil (4x) e uma Copa do Mundo pela Seleção Brasileira.

Ex-técnico da Seleção Portuguesa e do Chelsea, Felipão também passou pelo Oriente Médio e, no futebol chinês, foi multicampeão com o Guangzhou Evergrande.

Felipão ‘apagou incêndio’ no Cruzeiro

Principal nome da diretoria do Atlético para assumir o clube, Felipão comandou o Cruzeiro também com o cenário de “apagador de incêndio”.

Em outubro de 2020, Felipão chegou à Toca da Raposa II, em Belo Horizonte, para a sua segunda passagem pelo Cruzeiro. À época, o clube celeste ocupava a 19ª colocação da Série B, com 16 pontos.

No total de 21 jogos, Felipão somou nove vitórias, oito empates e quatro derrotas. Com um aproveitamento de 55,5%, o pentacampeão do mundo levou o Cruzeiro ao 11º lugar, com 49 pontos.

Principais títulos conquistados por Felipão

Grêmio

  • Campeonato Gaúcho: 1987, 1995 e 1996

  • Copa do Brasil: 1994

  • Copa Libertadores: 1995

  • Recopa Sul-Americana: 1996

  • Campeonato Brasileiro: 1996

Palmeiras

  • Copa do Brasil: 1998 e 2012

  • Copa Mercosul: 1998

  • Copa Libertadores: 1999

  • Torneio Rio-São Paulo: 2000

  • Campeonato Brasileiro: 2018

Seleção Brasileira

  • Copa do Mundo: 2002

  • Copa das Confederações: 2013

Recusa de Bruno Lage

Procurado pelo Atlético, o português Bruno Lage, de 47 anos, agradeceu o convite feito pela cúpula do Alvinegro e preferiu não aceitar o desafio de trabalhar pela primeira vez no Brasil.

Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Henrique André é repórter multimídia e setorista do Atlético na Itatiaia. Acumula passagens por Uol Esporte, Jornal Hoje em Dia e outros veículos. Participou da cobertura de grandes eventos, como Copas do Mundo (2014-18) e Olimpíada (2016-2021).
Leia mais