Ouvindo...

Times

Sophia Abrahão revela perseguição de stalker e medo durante show em BH

Atriz revelou que denunciou o homem que a perseguia e, depois disso, veio à capital mineira com segurança reforçada

Sophia Abrahão revelou que precisou registrar um boletim de ocorrência para tentar se livrar de um stalker que a perseguia quando integrava o grupo Rebeldes, criado a partir da versão da novela mexicana que originou o RBD. A revelação dos acontecimentos entre 2011 e 2012 foi dada pela atriz ao programa Sem Censura, da TV Brasil, do qual participou no início desta semana.

“Fiz essa denúncia porque eu estava com medo. Fui fazer em seguida um show em Belo Horizonte com Rebeldes, e a segurança que rodeava a gente foi avisada. Eles prestaram atenção a mais nesse local, porque tinha esse risco”, relatou a artista. “A gente não sabe... O que aconteceu com o John Lennon, com a própria Ana Hickmann... Um episódio tenebroso”, lembrou.

Os dois casos citados pela atriz tratam também de perseguições de artistas. Enquanto o ex-Beatles, foi assassinado por um fã em 1980, a apresentadora da Record foi perseguida em Belo Horizonte por um stalker, morto durante uma tentativa de assassiná-la pelo então marido da apresentadora, em 2016.

Até hoje, Sophia revelou que desconhece a verdadeira identidade do stalker. “Ele sumiu, me deu paz. Apavorava meus pais, isso que era o pior para mim. E aí, virou uma questão familiar muito dura na época”, confessou a artista que, atualmente, tem 33 anos.

Leia também

O que é stalking

Os casos de stalking, termo em inglês que define um caso de perseguição e ameaças contra outra pessoa, ganharam destaque com a série Bebê Rena, sucesso da Netflix onde um roteirista foge da busca obsessiva de uma mulher.

No Brasil, o stalking virou crime em 2021 a partir da lei nº 14.132, que acrescentou ao Código Penal o crime de “perseguir alguém, de forma reiterada, ameaçando a integridade física ou psicológica da vítima e invadindo ou perturbando sua liberdade ou privacidade”. A pena é de seis meses a dois anos.

Com informações de Estadão Conteúdo.


Participe dos canais da Itatiaia:

Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais