Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Conheça o tratamento que ‘rejuvenesce’ o bumbum: Kéfera e Yasmin Brunet já fizeram

Bioestimulador de colágeno é o procedimento estético popular entre as famosas

A atriz e influenciadora Kéfera Buchmann compartilhou nas redes sociais que fez um procedimento para deixar o bumbum mais bonito: o bioestimulador de colágeno. O procedimento tem sido uma grande aposta das mulheres para rejuvenescer, principalmente, os glúteos. A técnica também já foi utilizada por Yasmin Brunet, que está no BBB 24. A modelo compartilhou em meados do ano passado que também realizou o procedimento no bumbum.

Para saber mais sobre o ‘novo queridinho’ das influenciadoras, e também seus riscos, a Itatiaia conversou com o biomédico Thiago Martins, mestre em Medicina Estética.

Como funciona o procedimento e o que promete?

O tratamento com bioestimuladores de colágeno consiste na aplicação de substâncias que estimulam a produção natural de colágeno pelo corpo, melhorando a qualidade e firmeza da pele. Ele promete resultados como a redução da flacidez, melhora na textura da pele e prevenção de sinais de envelhecimento.

Tratamento não é exclusivo para o bumbum

‘A técnica é aplicável a diversas áreas do corpo, não apenas aos glúteos, e visa promover um aspecto mais jovem e saudável à pele’, explica o biomédico.

Kéfera também compartilhou que realizou o tratamento no rosto. ‘Os bioestimuladores são frequentemente usados para tratar a flacidez da pele, rugas e linhas finas, melhorando a qualidade e a textura da pele’, conta Martins.

Pode ser usado para tratar celulite?

Quando se trata de celulite — que é causada por fatores como a distribuição de gordura, fibrose e diminuição da circulação sanguínea —, o biomédico explica que os bioestimuladores podem não tratar diretamente as ‘causas subjacentes’. ‘No entanto, ao melhorar a firmeza e a elasticidade da pele, eles podem ajudar a reduzir a aparência da celulite’.

Leia também

Quanto tempo dura?

‘No casos dos tratamento com bioestimuladores no glúteos, como com ácido poli-L-lático (Sculptra) ou hidroxiapatita de cálcio (Radiesse), a duração varia de acordo com o produto utilizado, os objetivos do tratamento, a resposta individual do paciente e as recomendações do profissional de saúde’, explica Thiago Martins.

De acordo com o biomédico, em geral, após a aplicação inicial, é recomendado um protocolo de tratamento que envolve sessões adicionais. Normalmente, os pacientes podem precisar de 2 a 3 sessões espaçadas de 4 a 6 semanas. Mas o intervalo pode variar dependendo da resposta do indivíduo ao tratamento e dos objetivos específicos desejados.

‘Após a conclusão das sessões iniciais, os resultados podem durar de 12 a 24 meses, dependendo do produto utilizado e da reação individual do corpo. Manutenções podem ser necessárias para manter os resultados e estas podem ser realizadas uma vez por ano ou a cada dois anos’, afirma o especialista.

Contraindicações e efeitos colaterais

Como qualquer outro procedimento estético, há contraindicações para o uso de bioestimuladores de colágeno. As contraindicações específicas podem incluir condições de saúde preexistentes, alergias aos componentes usados no tratamento, ou outras situações que o profissional de saúde identificar como incompatíveis com o procedimento.

Mulheres grávidas ou em período de amamentação não têm recomendação de realizar procedimentos estéticos, bem como pacientes com doenças autoimunes ou sob tratamento imunossupressor, pois essas condições podem afetar a cicatrização e a resposta ao tratamento.

No caso do procedimento no glúteo, por exemplo, podem ocorrer efeitos colaterais após aplicação. ‘Estes podem incluir vermelhidão, inchaço, dor no local da injeção e em casos raros, infecção ou reações alérgicas. É fundamental realizar o procedimento com um profissional qualificado e discutir potenciais efeitos colaterais antes do tratamento’, explica o biomédico.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Giullia Gurgel é estudante de jornalismo e estagiária da Itatiaia.
Leia mais