Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Ana Castela, Ronaldinho e outros famosos fazem campanha por remédio de R$ 15 milhões a mineiro de 5 anos

Pequeno Enrico, natural de Varginha, no Sul de Minas, está mobilizando campanha para conseguir comprar remédio que combate doença degenerativa

familia enrico.png

Família de Enrico tenta conseguir apoio de outros famosos nas redes sociais

Reprodução | Redes sociais

Enrico Geraldeli Cavalcanti Cossa, um menino mineiro de 5 anos, está mobilizando famosos e anônimos em uma campanha de arrecadação. O pequeno, natural de Varginha, no Sul de Minas Gerais, foi diagnosticado com uma doença degenerativa que pode levar à morte, e precisa de uma medicação avaliada em R$ 15 milhões para o tratamento.

A família descobriu a doença rara, chamada Distrofia Muscular de Duchenne, em outubro do ano passado e tenta conseguir realizar o tratamento antes de Enrico completar 6 anos. Com a arrecadação, a família busca conseguir uma medicação chamada Elevidys, considerada uma das mais caras do mundo.

O remédio avaliado em US$ 3 milhões (cerca de R$ 15 milhões) já é utilizado no tratamento de crianças de 4 e 5 anos nos Estados Unidos e apresenta “resultados promissores” no controle da doença. A corrida contra o tempo na arrecadação considera que o medicamento não pode ser aplicado com crianças com mais de 5 anos - ou seja, eles têm até setembro para conseguir o valor.

Leia Também

Através das redes sociais, a campanha mobiliza famosos e anônimos. Entre eles, a cantora Ana Castela já recebeu Enrico e os pais nos bastidores de um show realizado em Varginha e ajudou a divulgar o caso. O ator Tony Ramos também divulgou um vídeo de apoio à campanha, assim como o cantor mineiro Rogério Flausino.

Quem também esteve com a família de Enrico foi o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, que esteve com a família durante o Jogo dos Famosos, em novembro do ano passado. Ainda, artistas como Luiza Possi, Tata Werneck e a influenciadora Nati Vozza também divulgaram a campanha de arrecadação. A família segue buscando meios de chamar atenção de figuras públicas.

familia de enrico ronaldinho.png

Família de Enrico em encontro com Ronaldinho Gaúcho

Reprodução | Redes sociais

Conforme divulgado pela mãe, Marina, as dificuldades de locomoção causadas pela doença impedem que Enrico frequente a escola, além de afetar a infância do pequeno de outras formas. A arrecadação para compra do remédio que auxilia no tratamento da doença atingiu a marca de R$ 5 milhões nesta quinta-feira (24).

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais