Ouvindo...

Times

Poliglota e com ascendência indígena, Maria Brechane é eleita Miss Brasil

Gaúcha, de 19 anos, foi a candidata mais jovem a participar do concurso

A gaúcha Maria Brechane, de 19 anos, foi eleita Miss Universo Brasil 2023 no início da madrugada deste domingo (9). Ela foi a candidata mais jovem a participar do concurso e, desde o início, figurou entre as favoritas. A representante do país no Miss Universo seguirá para El Salvador em dezembro deste ano, onde será realizada a etapa mundial do concurso.

Modelo e artista plástica, Maria arrancou aplausos da plateia no momento em que pegou o microfone. “Foi a educação que me trouxe aqui. Ela que me abriu portas, horizontes e a ela sou muito grata. Eu tive o privilégio de ter um bom estudo e, por isso, me questionei muitas vezes: como eu posso fazer com que minhas experiências, vivências e sonhos ajudem o próximo?”, começou a nova Miss Universo Brasil ao falar sobre o tema educação.

“Então com 15 anos iniciei meu primeiro projeto social trabalhando em escolas, levando a importância da educação. E eu nunca mais parei. Hoje, aos 19 anos, eu sigo com as minhas palestras mostrando o quanto isso amplia a nossa vida, mostrando o quanto a educação, cultura e o esporte mudam realidades, porque isso aconteceu comigo. Se a educação pode te trazer até o Miss Brasil, ela pode te levar ao Universo”, finalizou.

Poliglota, Maria revelou possuir descendência portuguesa, indígena e italiana. Antes de modelo e artista plástica, a Miss Universo Brasil 2023 relatou que já foi uma esportista. Ela já foi jogadora de vôlei, de tênis, lutadora, ginasta olímpica e artística.

Dentre os jurados que ajudaram a eleger a gaúcha, estavam a Miss Universo Brasil 2019, Julia Horta, que é natural de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, a Miss Universo 2011, Leila Lopes, que é angolana, a modelo e apresentadora Renata Kuerten, além do criador da coroa inspirada em Ieda Maria Vargas, primeira brasileira a vencer o Miss Universo, que foi homenageada nesta edição pelos 60 anos desde a sua vitória.

Além da faixa e da coroa, avaliada em R$ 50 mil, a gaúcha recebe R$ 150 mil como prêmio, conforme anunciou a organização do Miss Universo Brasil.

Classificações

Top 16

  • Thayná Lima (Distrito Federal)

  • Erivânia Izídio (Pernambuco)

  • Beatriz Militão (Ceará)

  • Giovanna Maria (Rio Grande do Norte)

  • Sasha Bauer (Santa Catarina)

  • Ruth Raphaella (Alagoas)

  • Alessandra Barcellos (Amapá)

  • Alice Casanova (Amazonas)

  • Barbara Reis (Mato Grosso)

  • Maria Brechane (Rio Grande do Sul)

  • Mariana Becker (Paraná)

  • Victoria Schneider (Tocantins)

  • Vitória Brodt (São Paulo)

  • Renata Guerra (Goiás)

  • Milena Gomes (Pará)

  • Gabriela Botelho (Sergipe)

Top 7

  • Milena Gomes (Pará)

  • Barbara Reis (Mato Grosso)

  • Gabriela Botelho (Sergipe)

  • Maria Brechane (Rio Grande do Sul)

  • Vitória Brodt (São Paulo)

  • Renata Guerra (Goiás)

  • Alice Casanova (Amazonas) - escolhida pelo voto popular

    Top 3

  • Maria Brechane (Rio Grande do Sul)

  • Barbara Reis (Mato Grosso)

  • Vitória Brodt (São Paulo)

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais