Ouça a rádio

Compartilhe

Governo Ortega invade igrejas e fecha rádios católicas na Nicarágua  

Para impedir a destruição da rádio o padre se trancou dentro do templo 

Governo Ortega invade igrejas e fecha rádios católicas na Nicarágua

O governo da Nicarágua investe, agora, contra as rádios católicas em uma campanha contra a presença da própria Igreja no país. No mês passado, imagens da expulsão de freiras da Associação Missionárias da Caridade, ordem fundada por Madre Teresa de Calcutá, chocaram o mundo com as religiosas sendo escoltadas pela polícia para deixarem o país a pé.

Ignorando a repercussão do caso, autoridades nicaraguenses fecharam nesta semana veículos de comunicação associados à Igreja Católica e invadiram templos religiosos para apreender equipamentos de radiodifusão, conforme portal UOL.

Denúncias

O Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh) denunciou as ações da polícia da Nicarágua contra a Igreja e rádios católicas nas redes sociais.

Em nota, o Cenidh rebateu os argumentos das autoridades, informando que os documentos necessários foram apresentados em 2016 pelo monsenhor Rolando Álvarez, responsável pela diocese e pelos veículos.

Com a cassação das licenças pela Telcor, a polícia foi até a capela Menino Jesus de Praga apreender os equipamentos usados no meio de comunicação. Mas, segundo informações do portal Confidencial, os fiéis da igreja foram ao local antes e retiraram os materiais da rádio.

Mesmo assim, os policiais invadiram a capela e jogaram gás lacrimogêneo para dispersar as pessoas que estavam no local. Há relatos de presos e feridos na ação, embora as autoridades não confirmem os números relatados pelos religiosos e grupos de direitos humanos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store