Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Jenny Miranda, ex-Fazenda, é intubada após 90 minutos em parada respiratória

A influenciadora teve uma intoxicação alimentar e chegou a ser internada em um hospital do Guarujá, litoral de SP

Jenny Miranda, ex-Fazenda, passa por uma intoxicação alimentar

Jenny Miranda, ex-Fazenda, passa por uma intoxicação alimentar

Reprodução | Record TV

Jenny Miranda, ex-Fazenda, sofreu uma parada respiratória no último fim de semana e ficou 90 minutos sendo reanimada pelo marido, Fábio Gontijo. Ela foi levada de ambulância para um hospital no Guarujá, litoral de São Paulo, e precisou ser intubada. Consegui dar toda a assistência para ela, caso contrário ela teria falecido”, disse o companheiro dela, que é médico.

De acordo com Fábio, o dia começou com a ex-Fazenda sendo atacada por alguns haters. “Chegamos no Guarujá e a Jenny fez uma surpresa para mim. À tarde, nós encontramos um grupo de haters e essa menina começou a agredir a Jenny. Eu entrei no meio e acabei me machucando um pouco também. Elas fizeram algumas ameaças. A Jenny está recebendo muito carinho pela rua, mas infelizmente acontece essas coisas chatas às vezes”, disse, no Instagram Stories.

Ele contou como foi a sequência do dia até que Jenny começou a passar mal. “Fomos para o hotel, descansamos e à noite decidimos sair. Chegou lá, foi tranquilo, a Jenny bebeu pouco ao contrário do que estão dizendo aí que ela foi [internada] por álcool, não foi. Chegamos no hotel, a Jenny começou a vomitar. Foi vomitando um pouco no caminho e no hotel começou a vomitar mais. Ela foi rapidamente perdendo um pouco da consciência e da capacidade de respirar”, contou.

“Eu peguei o telefone, chamei a ambulância e foi aquele desespero. Fiquei por 90 minutos fazendo ressucitação respiratória nela. Ela perdeu a capacidade de respirar, mas graças a Deus o coração estava ok”, ressaltou.

O marido da influenciadora continuou: “Acredito que se eu não fosse médico, não tivessa habilitação para fazer a ressucitação ela teria morrido. Até então, a suspeita era de intoxicação por camarão. Chegou no hospital, foi muito bem atendida, e apresentou alguns sinais de envenenamento porque pensei na ameaça [que ela sofreu]. Mas acabou que a hipótese foi de intoxicação por camarão porque ela melhorou com adrenalina. Pelo fato de ter perdido a consciência e não estar conseguindo respirar direito foi feita intubação.”

Por fim, ele contou que ela está bem. “No final do dia ela foi liberada, nós fomos para o hotel, dormimos, descansamos. Eu fiquei verificando os sinais vitais dela se estava tudo bem, graças a Deus ela está ótima. Acordou tudo bem. Pelo fato deste tanto de confusão”, afirmou. Ele ainda ressaltou que os advogados estão tomando as providências sobre o ataque das haters.

Jenny explica

Mais tarde, Jenny apareceu no Instagram para tranquilizar os seguidores. “Eu tô bem, tô com a garganta um pouquinho ruim porque fui intubada na ambulância e machucou a garganta”, disse.

“Tive alta ontem mesmo. Não teve nada de coma alcoólico. Devido a essas questões de haters, a gente tem muita gente que ama a gente, porém, tem muita gente maldosa. A gente tá andando com segurança”, continuou.

Ela saiu em defesa do marido, em relação ao que havia sido divulgado na mídia. “Eu não fui pra um hospital em São Paulo, eu estou aqui no Guarujá, fiz uma surpresa pro Fábio. Não teve briga entre o casal em momento algum. Eu tô um pouco roxa por conta dos medicamentos... Se eu não tivesse um médico em casa, teria acontecido uma tragédia. Acontece uma coisa com a pessoa, uma coisa grave e vão puxar pro lado ruim sempre”, concluiu.

Natasha Werneck é jornalista formada pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH). Foi repórter de Política e Cultura do Jornal Estado de Minas e já atuou em portais como Hugo Gloss e POPline. Foi estagiária da Itatiaia e retornou à empresa em 2023, como repórter de Entretenimento.
Leia mais