Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Quem é Scooter Braun? Conheça o empresário e entenda polêmica que envolve Justin Bieber, Taylor Swift e Ariana Grande

Responsável por lançar a carreira de Bieber, o investidor também é conhecido por polêmica que envolve regravação dos álbuns de Swift

O nome do empresário Scooter Braun tem circulado na imprensa internacional nos últimos dias, partindo de rumores envolvendo os artistas Justin Bieber, Ariana Grande e Demi Lovato. Parte importante do catálogo da empresa SB Projects, comandada por Braun, o trio teria deixado de ser gerenciado pelo norte-americano, conhecido pela polêmica que envolve a regravação dos álbuns de Taylor Swift.

O "êxodo” de grandes clientes da empresa de Braun não foi justificado oficialmente até o momento. Os rumores variam entre dois lados: que os negócios do empresário estaria “implodindo” por problemas que ainda não vieram à tona, ou que o ele estaria deixando a gestão de artistas para focar no cargo de CEO da HYBE America. Até o momento, o norte-americano não realizou nenhum pronunciamento sobre a situação.

Quem é Scooter Braun?

Scott Samuel Braun, mais conhecido como Scooter Braun, é um empresário, produtor e investidor norte-americano de 42 anos. Fundador da empresa de entretenimento SB Projects, criada em 2007, ele tem negócios no ramo há pelo menos 20 anos, e iniciou a carreira como organizador de after-parties (festas pós-festa, em português) para uma turnê dos artistas Ludacris e Eminem.

Atualmente, ele é CEO da HYBE America, braço norte-americano da empresa de entretenimento sul-coreana, HYBE, responsável pelo grupo de K-pop BTS. A relação de Braun com o grupo começou em 2021, quando ele vendeu a Ithaca Holdings, empresa mãe da SB Projects, para o grupo por 1.05 bilhões de dólares (cerca de R$ 5 bilhões).

Braun foi eleito pela revista Time, em 2013, como uma das “pessoas mais influentes do mundo”. Sob o selo da SB Projects, Braun representa - ou já representou - uma gama de artistas que inclui Justin Bieber, Ariana Grande, Demi Lovato, Kanye West, Madison Beer, Martin Garrix, Psy, Carly Rae Jepsen, Ozuna, The Kid LAROI e Idina Menzel, além de outros nomes do mundo do entretenimento.

Relação com Justin Bieber

Braun ficou mais conhecido na indústria musical por gerenciar Justin Bieber desde o início da carreira, participando ativamente da vida profissional e pessoal do canadense. O empresário descobriu Bieber através de vídeos publicados no YouTube, quando o cantor tinha 12 anos. Ele foi o responsável por gerenciar o artista no lançamento de oito álbuns, em turnês mundiais e até mesmo na recente venda dos masters de Bieber.

Apesar da relação duradoura entre a dupla, o site norte-americano Puck News divulgou na última semana que o cantor estaria tentando romper o contrato com o empresário e buscava uma nova pessoa para tomar conta da carreira. A informação foi negada por múltiplas fontes de outros veículos norte-americanos, como a Variety e a Billboard, mas foi seguida por notícias do rompimento de outras artistas gerenciados por Braun.

Rompimento com Demi Lovato e Ariana Grande

Enquanto o futuro da relação entre Braun e Bieber é incerta, a cantora Demi Lovato encerrou o contrato com a SB Projects há cerca de um mês, segundo informações da Billboard. Gerenciada por Braun desde 2019, a ex-Disney lançou dois álbuns, “Dancing With The Devil… The Art of Starting Over” (2021) e “Holy Fvck” (2022), sob comando do empresário.

A saída de Demi teria acontecido de forma amigável. Conforme relatado por fontes da revista, a artista é grata pelo tempo com a SB Projects, mas sentia que era o momento de seguir uma nova direção na carreira. Demi retorna ao Brasil em setembro, para se apresentar no The Town, em São Paulo, e lança um álbum de regravações, intitulado “Revamped”, no mesmo mês.

Outra grande artista gerenciada por Scooter Braun, e que estaria deixando a empresa comandada por ele, é Ariana Grande. Cantora e atriz, Ariana é conhecida pelo papel de Cat Valentine, nas séries Victorious e Sam & Cat, da Nickelodeon. A artista faz parte do catálogo do empresário desde 2013 e já rompeu com ele por alguns meses, em 2016.

A relação entre Ariana e Braun começou com o lançamento do primeiro álbum de estúdio dela, “Yours Truly”, que será relançado nesta semana. Braun foi demitido por Ariana pela primeira vez em 2016, por sete meses, e mantinha uma relação próxima com a artista, que lançou cinco dos seis álbuns enquanto era gerenciada por ele. A informação da saída da artista da SB Projects foi anunciada pelo Puck News e confirmada pela Billboard.

Qual a relação entre Scooter Braun e Taylor Swift?

Scooter Braun é considerado um dos responsáveis pela regravação de todo o catálogo musical de Taylor Swift, movimento iniciado pela artista em 2021. A polêmica aconteceu depois do empresário adquirir a gravadora que detinha os direitos dos seis primeiros álbuns de Swift. O fato de Braun gerenciar a carreira de Kanye West, com quem a cantora mantém uma relação com altos e baixos, acabou agravando a situação.

Através da empresa Ithaca Holdings, posteriormente vendida para a HYBE, o empresário adquiriu a Big Machine Records por US$ 300 milhões (mais de R$ 1 bilhão). O catálogo da gravadora incluía as versões originais dos álbuns “Taylor Swift” (2008), “Fearless” (2018), “Speak Now” (2010), “Red” (2012), “1989" (2014) e “Reputation” (2017).

A questão judicial acabou vindo a público quando, durante a negociação, Braun afirmou que só venderia os masters para a artista se ela nunca mais o criticasse em público. O pedido não foi aceito por Swift e as gravações foram vendidas para a Shamrock Holdings. Mesmo com a venda, Braun continuava recebendo uma porcentagem de lucro em cima das gravações, o que motivou a criação das “Taylor’s Versions” (versões da Taylor, em português).

Desde 2021, a artista regravou e relança os álbuns gravados sob o selo da Big Machine. “Fearless” foi relançado em 2021, “Red” em 2022 e “Speak Now” em julho deste ano. O próximo álbum a ganhar uma nova versão é “1989", que já foi confirmado pela cantora para 27 de outubro de 2023, nove anos depois da versão original.

Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais