Ouça a rádio

Compartilhe

Bares e restaurantes de Belo Horizonte adaptam cardápios para períodos mais frios

Procura por comidas quentes movimenta o setor

Restaurantes promovem maior quantidade de comidas quentes nos cardápios

Com as temperaturas baixas chegando com mais firmeza, bares e restaurantes de Belo Horizonte adaptam o cardápio para atender as demandas dos clientes com comidas e bebidas quentes, como explica o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (ABRASEL), Matheus Daniel. 

“Passadas as águas de março, vem chegando o inverno, e os bares de restaurante se adequam a esse período. A gente vê os restaurantes que servem os tradicionais rodízios de caldo, por exemplo de massa, como o Paracone, que voltou a fazer o seu rodízio nas quartas-feiras e o Paladino que também começa a servir fondue. As cartas de vinho também ficam mais ricas, e as pessoas procuram algumas coisas mais aconchegantes. Nós falamos que ‘o bar não vende alimento, o bar vende momento’. Nossa expectativa é que esse segundo semestre seja muito positivo para os bares e restaurantes. Pessoal está conseguindo segurar o preço justamente para chamar a clientela de volta pros restaurantes”, afirma. 

Dono do bar Ohana Drinks & Beer, aqui em Belo Horizonte, Luiz Otávio está otimista quanto ao movimento nesse período mais frio do ano. 

“Temos no cardápio caldos de diversos sabores, principalmente agora no inverno, a tendência é ter uma saída maior deles. Nossa expectativa de vendas é cerca de 20% a mais, principalmente na venda de vinhos e drinks autorais. No inverno a procura também aumenta pelos caldos no delivery”, conta.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido