Ouvindo...

Times

Fluminense é o primeiro carioca a conquistar a Copa Libertadores dentro do Maracanã

Em Minas, São Paulo e Rio Grande do Sul, todos os times campeões já ganharam o torneio em casa

O Fluminense é o 11º clube brasileiro diferente a vencer a Copa Libertadores numa lista, que daquele chamado G-12, apenas o Botafogo agora não faz parte. Apesar de o Rio de Janeiro ter chegado à sua quinta conquista, pois o Flamengo é tri (1981, 2019 e 2022) e o Vasco fez a festa em 1998, é a primeira vez que uma equipe carioca chega à Glória Eterna dentro do Maracanã. Nos outros três estados que têm clubes que já venceram a competição, todos eles levantaram a taça em casa pelo menos uma vez.

Em 1981, o Flamengo foi o primeiro carioca a vencer a Libertadores, mas o jogo do título, diante do Cobreloa, do Chile, foi no Estádio Centenário, em Montevidéu. Com cada clube vencendo em casa, eles fizeram o jogo desempate.

A taça do Vasco em 1998, diante do Barcelona, do Equador, foi no Estádio Monumental de Guaiaquil, palco também do tricampeonato flamenguista na edição do ano passado, numa final 100% brasileira contra o Athletico-PR.

Em 2019, na primeira final única de Libertadores, o Flamengo ganhou o título batendo o River Plate, da Argentina, no Estádio Monumental de Lima, no Peru.

Curiosamente, só o Fluminense, entre os cariocas, teve a chance de vencer a Copa Libertadores em casa, diante da LDU, do Equador, em 2008. Mas perdeu a final para os equatorianos nos pênaltis.

Agora, acaba com o jejum carioca contando um pouco com a sorte, pois o Maracanã foi definido como sede da decisão de 2023 antes mesmo de a Copa Libertadores desta temporada começar.

Outros clubes

O primeiro brasileiro a ser campeão da Libertadores em casa foi o Grêmio, quem em 1983 fez 2 a 1 no Peñarol, do Uruguai, na partida de volta da decisão após empatar a ida por 1 a 1 no Centenário, em Montevidéu.

Outro tricolor é o segundo a alcançar essa façanha, o São Paulo, de Telê Santana, que venceu o Newell’s Old Boys, da Argentina, nos pênaltis, no Morumbi, em 1992.

O Cruzeiro entrou para essa lista em 1997, com a vitória de 1 a 0 sobre o Sporting Cristal, do Peru, no Mineirão, no jogo de volta, após empate sem gols na ida, em Lima.

O primeiro título do Palmeiras, em 1999, sobre o Deportivo Cáli, da Colômbia, foi no antigo Parque Antártica ou Palestra Itália, nos pênaltis. Este estádio ficava onde hoje está o Allianz Parque, casa palmeirense.

Em 2005, o São Paulo voltou a ser campeão no Morumbi, pois chegou ao tri em seu estádio com a goleada de 4 a 0 sobre o Athletico-PR na primeira final entre dois clubes do mesmo país na história da Libertadores. No outro ano, foi vítima, pois perdeu a taça para o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O Colorado repetiu a dose em 2010, pois bateu o Chivas Guadalajara, do México, também no Beira-Rio.

Essa conquista abriu uma série de títulos brasileiros em casa, após as decepções de Fluminense, diante da LDU, em 2008, no Maracanã, e do Cruzeiro, contra o Estudiantes, no Mineirão, em 2009.

O Santos chegou ao tricampeonato em 2011 batendo o Peñarol, do Uruguai, no Pacaembu, mesmo palco da conquista corintiana sobre o Boca Juniors, no ano seguinte.

Em 2013, o Atlético superou o Olimpia, do Paraguai, nas penalidades, num Mineirão tomado pela gente atleticana. Essa conquista do Galo tinha sido a última de um brasileiro dentro de casa na Libertadores.

Agora, o Fluminense coloca seu nome nessa lista, assegurando a primeira Glória Eterna carioca dentro do Maracanã, maior palco do futebol da América do Sul.

Alexandre Simões é coordenador do Departamento de Esportes da Itatiaia e uma enciclopédia viva do futebol brasileiro
Leia mais