Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

BH pede quase meio milhão a influencer após Praça do Papa ser depredada

Prefeitura pede indenização por atos de vandalismo motivados por ‘ação’ realizada pelo influencer Lucas Vinícius, que prometeu moto de até R$ 17 mil para quem encontrasse chave na praça

O influenciador Lucas Vinícius, responsável por uma ação que acabou em vandalismo e depredação na Praça do Papa, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, pode ser condenado a indenizar a prefeitura em quase meio milhão de reais por conta dos danos causados ao local. O Executivo municipal entrou com uma ação na Justiça nesta terça-feira (14) contra o influencer (relembre o caso no fim da matéria).

A ação civil pública ajuizada pela Prefeitura de Belo Horizonte pede para que Lucas seja condenado a pagar R$ 407.380,82 como indenização por danos materiais e danos morais coletivos. O valor corresponde aos R$ 37.034,62 gastos nos reparos mais uma indenização de dez vezes o valor dos materiais para compensar a ‘conduta lesiva a patrimônio público de especial valor turístico’. A ação vai tramitar na 3ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública Municipal e o valor, caso pago, será destinado ao Fundo Municipal de Cultura.

Além da ação, a prefeitura também apresentou uma notícia de fato ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pedindo para que a ação seja investigada. O Executivo acredita que, como a Praça do Papa fica próxima à área de tombamento da Serra do Curral, os atos de vandalismo podem ser classificados como dano e destruição de patrimônio cultural.

A Itatiaia tenta contato com Lucas Vinícius ou seus advogados. Depois da repercussão do caso, o influencer privou o acesso de não seguidores ao ser perfil no Instagram.

Leia também

Relembre o caso

Lucas Vinicius, que tem mais de 250 mil seguidores no Instagram, escondeu duas chaves na área da Praça Governador Israel Pinheiro, na região Centro-Sul da capital mineira. Uma dessas chaves era de uma motocicleta avaliada em R$ 17 mil e quem encontrasse a chave certa ficaria com a moto. Na euforia para se achar a chave, dezenas de pessoas começaram a procurar em locais inusitados da praça e acabaram causando danos na estrutura. Imagens divulgadas pelo próprio prefeito Fuad Noman (PSD) mostram grades de proteção da iluminação do espaço removidas, assim como tampas de esgoto. Nem o letreiro instalado há poucos meses no espaço foi poupado e amanheceu com algumas partes empenadas.

Tomei conhecimento de que um influenciador digital, de maneira irresponsável, promoveu um evento que causou uma onda de depredações na Praça do Papa. A Prefeitura está trabalhando intensamente e investindo recursos para requalificar praças e devolver esses espaços de lazer ainda melhores para os belo-horizontinos. Não vamos tolerar que os espaços que são de todos nós sejam alvos de atitudes criminosas como essas’, publicou o prefeito Fuad Noman (PSD) no X (antigo Twitter).

Influenciador se defende

Pelas redes sociais, Lucas Vinicius promoveu a ação, afirmando que ‘não estava dando R$ 50 ou R$ 100, mas uma moto de R$ 15 mil a R$ 17 mil. Porém, após receber as imagens da depredação, o influenciador lamentou o caso, criticou os vândalos e anunciou que mudaria a dinâmica da ação.

Jamais imaginei que o ser humano pudesse estragar um espaço de lazer dessa forma. EU fiquei bastante chateado. O intuito é abençoar as pessoas. Como assim os caras querem destruir uma coisa para achar outra? Não é para destruir as coisas. Vou mandar minha equipe ir lá para resolver e colocar a chave em outro lugar para não haver mais destruição’.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais