Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

SP avalia anistiar multas da pandemia, e Bolsonaro pode ter perdão de R$ 1 mi

Ex-presidente recebeu multas por não usar máscara contra a Covid-19

O governo de São Paulo estuda anistiar as pessoas que foram multadas por não usar máscara contra a Covid-19 durante a pandemia. Para isso, está sendo avaliado o envio de um projeto de lei à Assembleia Legislativa.

Segundo o governo, a medida que aplicava as multas, tomada na gestão anterior, tinha caráter educativo e não de arrecadação.

Caso seja aprovada, a medida pode beneficiar, por exemplo, o ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL). A dívida dele é de R$ 1.062.416,65 pelo não pagamento das multas. A Justiça de São Paulo bloqueou, em junho, mais de R$ 500 mil de Bolsonaro por causa dos débitos.

No total, foram aplicadas sete multas ao ex-presidente, no período de agosto de 2021 a julho de 2022. A multa de maior valor é de R$ 425,8 mil.

Nos próximo meses, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), aliado de Bolsonaro, deve encaminhar ao Legislativo estadual um pacote de transição tributária que pode conter a medida em relação às multas.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais