Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Federação assume erro de arbitragem em final do Mundial de Judô e pede desculpas

Árbitro no tatame e a Comissão de Arbitragem não viram o contragolpe dado pelo russo Inal Tasoev no francês Teddy Riner na disputa do Golden Score

A Federação Internacional de Judô (FIJ) emitiu uma nota, nesta quarta-feira (17), na qual admite um erro de arbitragem na final da categoria +100 quilos, no último sábado (13), do Mundial de Judô, em Doha, no Catar. Segundo a nota, o árbitro no tatame e a Comissão de Arbitragem não viram o contragolpe dado pelo russo Inal Tasoev no francês Teddy Riner na disputa do Golden Score, momento da luta que não há limite de tempo.

Tasoev chegou a festejar a vitória e ficou totalmente desapontado quando viu que o juiz mandou a luta prosseguir, sem dar valor ao golpe que ele havia conseguido aplicar. Segundos depois, Riner obteve um ippon, venceu a luta e conquistou o 11º título mundial de sua carreira.

“Após a competição, levando em consideração as regras atuais de arbitragem e a opinião de especialistas em judô, achamos que uma pontuação para o contra-ataque de Tasoev poderia ser atribuída. Com isso, a Comissão de Arbitragem da FIJ pede desculpas por sua decisão e informa que este tipo de ação será pontuada no futuro, seguindo as regras atuais do judô", apontou a nota.

Na mesma categoria, o brasileiro Rafael Oliveira, o Baby, conquistou a medalha de bronze. Foi o quarto pódio obtido pelo brasileiro em Mundiais. Ele também soma duas medalhas olímpicas.

*Com Agências

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais