Ouvindo...

Times

Vasco demite Álvaro Pacheco, técnico do clube por 30 dias

Após três derrotas e um empate com o treinador, a diretoria do Cruzmaltino decide trocar o comando da equipe

O trabalho de Álvaro Pacheco no Vasco está encerrado. A diretoria oficializou a demissão do treinador português nesta quinta (20), dia seguinte à terceira derrota em quatro jogos sob o comando do português no Campeonato Brasileiro. Entre o anúncio e o desligamento, Pacheco foi técnico do Cruzmaltino por 30 dias.

Vale destacar que Pacheco, substituto de Ramón Díaz, foi contratado ainda sob gestão da 777 Partners, que perdeu o controle da SAF do Vasco em decisão judicial.

O clube associativo retomou o comando do futebol e, desde então, o presidente Pedrinho tem reformulado o departamento, com a chegada de Felipe Maestro, por exemplo.

Leia também

A empolgação demonstrada por Álvaro Pacheco em sua chegada ao Brasil e ao clube de São Januário não coincidiu com uma melhora da equipe em campo.

Nas derrotas para Flamengo, Palmeiras e Juventude e no empate com o Cruzeiro, o Vasco sofreu defensivamente e pouco produziu no ataque. Foram 10 gols contra e apenas um a favor.

Trabalho mais curto desde Celso Roth

Entre os times que mais trocam de técnicos no futebol brasileiro, o Vasco estabelece uma marca com a saída de Álvaro Pacheco após 30 dias no comando da equipe.

O português, agora, é o profissional com trabalho mais curto desde a passagem de Celso Roth, que dirigiu o time por 25 dias em 2010.

Naquela ocasião, Roth recebeu uma proposta do Internacional e deixou o clube de São Januário após uma vitória, um empate e três derrotas.

O Vasco volta a campo no sábado (22), quando enfrenta o São Paulo, em São Januário, pela 11ª rodada do Brasileirão. Rafael Paiva, técnico do Sub-20, deve ser o interino.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais