Ouvindo...

Times

Em carta, Enderson diz que deixa o Sport ‘de forma que ninguém gostaria’

Treinador deixou o Sport em situação delicada na Série B deixando uma rodada para o fim da competição

O técnico Enderson Moreira publicou, neste domingo (19), uma carta de despedida à torcida do Sport por meio de sua conta pessoal no Instagram. Nela, o agora ex-treinador do clube afirmou que encerra a passagem pela Ilha do Retiro de uma forma que não gostaria. Ele afirmou que seguirá na torcida pelo Leão.

Termino minha passagem pelo Sport Club do Recife de uma forma que ninguém gostaria, muito menos eu. Começamos bem a temporada, porém tudo mudou e, apesar da entrega de todos, não conseguimos alcançar aquilo que todos esperávamos nessa reta final”, disse.

Enderson deixou Sport “em comum acordo” com a direção, após perder para o Vitória, no último sábado (18), em Salvador. O revés deixou a equipe na oitava posição.

“O Sport merece sempre estar na Série A, não só por ter uma torcida maravilhosa, mas também por possuir tradição de grandes conquistas e uma ótima estrutura. Seguirei na torcida por todos vocês, principalmente por esse grupo de jogadores extremamente profissionais, que se esforça diariamente nos treinos e luta até o fim para vencer os jogos”, escreveu o treinador.

Ao todo, o técnico de 54 anos disputou 67 partidas à frente do Sport, com 39 vitórias, 16 empates e 12 vitórias. Ele foi campeão estadual e vice-campeão da Copa do Nordeste. Porém, fracassou no principal objetivo, que era levar o Sport de volta à Série A.

O Leão, entretanto, terá uma última oportunidade de conquistar essa meta, no próximo sábado, contra o Sampaio Corrêa. Além de vencer, a equipe precisará de uma difícil combinação de resultados para conquistar o acesso

A carta de Enderson na íntegra:

Termino minha passagem pelo Sport Club do Recife de uma forma que ninguém gostaria, muito menos eu.

Começamos bem a temporada, porém tudo mudou e, apesar da entrega de todos, não conseguimos alcançar aquilo que todos esperávamos nessa reta final.

O Sport merece sempre estar na Série A, não só por ter uma torcida maravilhosa, mas também por possuir tradição de grandes conquistas e uma ótima estrutura.

Seguirei na torcida por todos vocês, principalmente por esse grupo de jogadores extremamente profissionais, que se esforça diariamente nos treinos e luta até o fim para vencer os jogos.

Deixo também o meu muito obrigado e respeito ao presidente, Yuri Romão; ao vice, Augusto Carreras; e aos diretores Jorge Andrade e Felipe Coelho.

A todos os funcionários e à torcida, meu sincero lamento por não ter terminado o último jogo com o acesso garantido. Mas o Sport é gigante e sempre lutará até o fim!

Jornalista, natural do Recife, é atualmente correspondente do portal Itatiaia Esporte na região Nordeste. Com mais de uma década de experiência no jornalismo esportivo, tem passagens pela Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco, Superesportes e NE45. Em Portugal, trabalhou por O Jogo e Sport Magazine.
Leia mais