Ouvindo...

Times

Chegou o avião! Leila Pereira se emociona e projeta mercado do Palmeiras

O avião da presidente Leila Pereira, do Palmeiras, chegou ao hangar designado, em São Paulo, nesta terça-feira (27).

O avião da presidente Leila Pereira, do Palmeiras, chegou ao hangar designado, em São Paulo, nesta terça-feira (27). Acompanhado por repórteres, a mandatária mostrou detalhes da aeronave que carregará a equipe do Verdão para os duelos fora de casa, falou sobre os planos para o uso dela e também sobre o mercado do clube na próxima janela de transferências.

A aeronave entregue pela Embraer nesta terça (27), passou por personalização no interior e no exterior, e leva o nome “Placar”. A mandatária do Palmeiras explicou que, além das viagens do Verdão que devem se iniciar já em julho, o avião deve operar para outros clubes que assim desejarem alugá-lo. Os bancos da aeronave foram adaptados para maior conforto de atletas e comissão.

E os reforços?

“Vocês querem mais reforço do que esse avião maravilhoso que eu estou proporcionando? O Palmeiras está sempre atento ao mercado, sempre converso com o departamento de futebol e a comissão. Temos atletas monitorados, mas não quero criar expectativas. Vamos fazer o melhor para o Palmeiras, sempre com os pés no chão”, brincou a mandatária, em entrevista à ESPN, sobre a movimentação do clube na janela de transferências que se abre no Brasil no próximo dia 3.

O Verdão selou a primeira venda para o meio desta temporada e viu o atacante Giovani ter 50% do passe negociado com o Al Sadd, do Catar. A venda, segundo a presidente, acontece de acordo com a projeção de arrecadação de R$ 180 milhões em negociações para 2023. O Palmeiras não perderá titulares na janela, mas também deve se comportar de maneira discreta nas contratações.

“Estamos de olho no mercado, temos várias opções, mas não vou fazer loucura. Não vou pagar um valor que a gente entenda que não é daquele atleta. Quando lido com as finanças do Palmeiras tenho muita responsabilidade. Estamos em busca de reforços, pode ser que no meio do ano tenhamos novidade, mas sempre com os pés no chão”, disse Leila, em entrevista ao ge.

“Meu mandato é até o fim de 2024 e vou concorrer a reeleição. Se o associado entender que confia no meu trabalho e eu for reeleita, gostaria muito que ele ficasse comigo por mais três anos. Mas o Palmeiras é gigante, é maior que todos nós, eu vou passar, o Abel vai passar e o Palmeiras vai permanecer. O que for melhor para o Palmeiras eu vou fazer. O Abel só sai do Palmeiras se ele quiser”, finalizou a presidente.

Jornalista fascinado por futebol de base e análise de desempenho. Faz a cobertura de São Paulo e Palmeiras na Itatiaia após passagens por ESPN, Globoesporte.com e Band.
Leia mais