Ouvindo...

Times

Eleições no Corinthians: os planos dos candidatos para o futebol feminino

André Luiz e Augusto Melo concorrem à presidência no triênio 2024/25/26

Com a eleição presidencial do Corinthians cada vez mais próxima, a Itatiaia buscou esmiuçar cada detalhe das propostas dos dois candidatos à principal cadeira do clube. Após longas entrevistas com André Luiz de Oliveira e Augusto Melo, concorrentes ao cargo, uma série de assuntos foram debatidos. O quarto tema abordado pela reportagem foi o futebol feminino. Quais os planos de cada um?

Desde que retomou as atividades em 2016, o Corinthians se consolidou como uma verdadeira potência do futebol feminino no Brasil. Com três títulos da Libertadores e cinco do Brasileirão, a modalidade se tornou uma espécie de “xodó" ao torcedor alvinegro.

Para André Luiz de Oliveira, o futebol feminino do Corinthians está seguindo o que considera ser o “caminho certo”. O candidato ainda se mostrou orgulhoso pela ida do técnico Arthur Elias à Seleção Brasileira, o que considera fruto do bom trabalho realizado no clube.

Ainda, André fez questão de destacar que deseja a permanência da diretora Cris Gambaré no posto para o próximo triênio. A profissional, que faz parte de seu grupo político, foi uma das responsáveis pelo desenvolvimento da modalidade no clube.

Augusto Melo, representante da oposição no pleito de 25 de novembro, reconheceu o bom trabalho feito pelo departamento de futebol feminino. Ainda assim, após enxerga margem para melhorias no setor caso seja eleito.

O opositor, em 2023, esteve na Europa, onde conheceu as estruturas do Paris Saint Germain, da França, e do Barcelona, da Espanha, para o futebol feminino. Segundo ele, o foco será no investimento em estrutura e em profissionais capacitados para alavancar ainda mais o departamento.

Relembre, também, as propostas para categorias de base e manutenção de jovens jogadores.

André Luiz

“O futebol feminino, hoje, é o xodó do Corinthians. Até por causa do grande sucesso que fez nesse tempo todo. Infelizmente para o Corinthians perdemos o treinador para a Seleção, que é um orgulho para nós. Infelizmente por um lado, mas é um orgulho para nós mais uma vez sair na frente mandando treinador para a Seleção. Todas as vezes que o Corinthians está fazendo um bom trabalho, o primeiro caminho para chegar na Seleção é o Corinthians. Quer chegar na Seleção? Vem para o Corinthians”

“O futebol feminino está tão bem administrado que tudo que eu falar aqui é chover no molhado. Vamos manter os parâmetros que nos fizeram campeão de tudo e melhorar um pouco mais. O que der para melhorar, nós vamos melhorar. Então, eu tenho certeza que a Cris Gambaré é responsável, faz um trabalho maravilhoso no esporte feminino e a gente tem o interesse que ela se mantenha, faz parte do nosso grupo. Não vejo motivo para mexer no que dá certo, temos que criar algumas coisas que possam ajudar ainda mais o futebol feminino. Converso com a Cris todos os dias, ela faz academia comigo de manhã. Ultimamente só falo parabéns, não tem o que falar. Todas as vezes dou a mão para ela e dou parabéns, ela está no caminho certo, o futebol feminino do Corinthians está no caminho certo, então serve de exemplo para todo mundo. Manter do jeito que está, talvez trazer uma estrutura melhor para a base e o restante está correndo do jeito que deveria correr. Mais uma vez quero parabenizar as meninas, parabenizar a Cris, o Arthur, que ele faça uma gestão na mesma qualidade, seja a pessoa que vai nos levar a um título mundial”

Augusto Melo

“Nós vamos estruturar cada vez mais o feminino. Acabei de chegar da Europa, fui conhecer o futebol feminino do PSG e do Barcelona. É um departamento que está dando lucro com grandes vendas. É uma filosofia de jogo boa, um bom trabalho. Na Europa, o futebol feminino lota mais que o masculino. Com esse conhecimento buscamos entender algumas situações, trazer inovações para cá como aqui estamos trabalhando. Falei com uma das cinco maiores empresas de cosméticos no mundo já trazendo para o nosso futebol feminino, estamos trabalhando patrocínios e parceiros para estruturar. Ele está ótimo e vamos melhorar mais ainda com estrutura. A partir do momento que eu tirar a base da Fazendinha e integrar ao profissional, eu vou ter essa parte da Fazendinha e a do futebol masculino totalmente ao feminino. Vamos revitalizar, estruturar com equipamentos, com pessoas técnicas para que dê um suporte melhor e uma condição melhor de salário para que essas garotas consigam sobreviver do futebol que cada dia evolui mais.

“Investiremos muito nesse departamento e daremos sequência no que está bom para ficar melhor ainda. O futebol feminino hoje é uma realidade, inclusive parabenizei pelo pentacampeonato (do Brasileirão). Na viagem foi muito falado, todos conhecem o nosso futebol feminino como fantástico e bem organizado. Na nossa gestão vai ser melhor ainda, com muito mais estrutura para crescer mais. Começou aos trancos e barrancos, sem visibilidade, ao contrário do que estamos estudando e entendendo o futebol feminino para investir mais nas garotas e que elas possam nos dar lucro”

Jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Responsável por acompanhar o dia a dia de Corinthians e Santos pela Itatiaia Esporte. Passagem também como repórter do portal Meu Timão
Leia mais