Ouvindo...

Times

Jogos cancelados, rebaixamento, Mundial: o que a reunião na CBF vai decidir nesta segunda-feira

Os 20 clubes da Série A se encontram no Rio para tratar sobre o calendário após o Brasileirão parar por causa das enchentes no Rio Grande do Sul

No início da tarde desta segunda-feira (27), os representantes dos 20 clubes da Série A do Brasileiro estarão reunidos na sede da CBF (Confederação Brasileiro de Futebol), no Rio, com o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, e outros diretores para definir o calendário da competição após duas rodadas (a 7ª e a 8ª) terem sido suspensas por causa das enchentes no Rio Grande do Sul. O encontro começa às 14h (de Brasília).

A CBF vai ouvir seus filiados sobre como acomodar o campeonato no calendário, e também temas que surgiram nas últimas semanas como não existir rebaixamento para a Série B este ano, já que Grêmio, Inter e Juventude foram afetados pelos alagamentos, com impossibilidade de treinar e jogar em suas casas.

Calendário

A CBF já decidiu que o campeonato vai voltar de onde parou, da rodada 7, neste próximo final de semana de 1 e 2 de junho. Com isso haverá ume “efeito dominó", e todo o calendário terá que ser jogado para frente.

No domingo (26), durante o Jogo Solidário para os gaúchos, no Maracanã, no Rio, Ednaldo Rodrigues disse que a CBF apresentará uma proposta aos clubes para que o campeonato não ultrapasse a data inicial estipulada para término, que é 8 de dezembro.

Duas opções serão colocadas na mesa: usar Datas-Fifa, período em que jogadores são convocados para as Seleções, e desfalcam seus clubes, entre setembro, outubro e novembro. Isso desagrada equipes que têm muitos atletas convocáveis.

Uma segunda possibilidade é diminuir o intervalo mínimo de descanso entre as partidas, hoje em três dias.

Rebaixamento

A CBF é contra anular o rebaixamento e usa argumentos jurídicos para isso. A legislação brasileira, como a Lei Pelé e a Lei Geral do Esporte, veta mudanças no regulamento de competições durante a sua realização. A Lei Pelé, que ainda não foi anulada em prol da Lei Geral do Esporte, fala diretamente na necessidade do promoção e descenso por critérios desportivos.

Há também recomendações da Fifa e da Conmebol para critérios técnicos serem adotados o que torna a proposta inviável, no parecer que a CBF mostrará aos clubes. Mas o tema será debatido.

Ajuda financeira aos clubes gaúchos

Será discutido como pode ser feito um auxílio financeiro a Grêmio, Inter e Juventude, e também à equipes de divisões inferiores, apesar de o Conselho desta segunda ser apenas de clubes da elite. O Juventude, por exemplo, vai propor ajuda com dinheiro para logística e viagens, algo que não é feito na Série A.

Os gaúchos de Caxias do Sul também vão propor que mais jogos de Grêmio, Inter e Juventude sejam transmitidos em TV aberta e fechada, o que aumentaria a parcela a receber de direitos de transmissão.

Inscrição de jogadores

Tema será abordado pela CBF. Pelo regulamento específico do Brasileiro, novos jogadores só podem ser inscritos na competição até 9 de setembro de 2024, e um máximo de 50 nomes. Dentro dessa lista, até oito podem ser substituídos até 20 de setembro.

Novos prazos podem ser apresentados para facilitar mudanças nos elencos a depender dos ajustes que serão feitos no calendário. A próxima janela de transferências será de 10 de julho a 2 de setembro.

‘Mini’ Mundial de Clubes da Fifa

Se um dos sete clubes brasileiros participantes da Libertadores atual a conquistarem, irá jogar o Intercontinental da Fifa, o ‘mini’ Mundial de Clubes que terá a primeira edição em 2024, com seis participantes, o campeão de cada continental. Atlético, Palmeiras, Flamengo, Fluminense, São Paulo, Grêmio e Botafogo estão nessa situação.

Pelo calendário da Fifa, o vencedor da Libertadores cruza com o campeão da Concacaf (Confederação das Américas do Norte e Central), em data que precisa ser anterior a 14 de dezembro. Por isso o calendário, segundo a CBF, também não pode ser estendido além de 8 de dezembro.

Haverá discussão com os clubes sobre como acomodar essa situação, já que a final da Libertadores será apenas em 30 de novembro.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais