Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

TJD mantém penas, e Marçal e Tiquinho desfalcam o Botafogo no início do Carioca

Jogadores têm suspensões a cumprir referentes ao Campeonato Estadual de 2023

O CRÉDITO DA FOTO É OBRIGATÓRIO: Vítor Silva/Botafogo

Tiquinho Soares, artilheiro do Botafogo em 2023, durante a pré-temporada do Alvinegro em Itu, no interior de São Paulo

Vítor Silva/Botafogo

O técnico Tiago Nunes não contará com dois dos principais jogadores do Botafogo no início do Campeonato Carioca. O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD/RJ) indeferiu os pedidos do clube e manteve as punições a Tiquinho Soares e Marçal por expulsões no Estadual de 2023.

O atacante e o lateral-esquerdo foram expulsos na derrota para o Flamengo, por 1 a 0 em Brasília, na Taça Guanabara. Denunciados nos artigos 243 e 258 do CBJD, Tiquinho Soares e Marçal foram suspensos por cinco jogos e multados. Como cumpriram duas partidas ainda na última edição do Estadual, ainda têm três jogos a cumprir.

Nos dois casos, Renata Mansur Fernandes Bacelar, presidente do TJD/RJ, ressaltou que não houve o cumprimento de metade da penalidade aplicada. Por isso, por ora, considerou “desproporcional a conversão em cestas básicas”. Assim, o cenário pode ser diferente caso o clube volte a pedir a conversão no futuro.

O Botafogo estreia no Campeonato Carioca nesta quarta-feira (17), às 19h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos. Será a primeira de 11 rodadas da Taça Guanabara que definirão os quatro semifinalistas do Estadual.

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais