Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Entenda por que estreia do América na Série B pode não ter transmissão na TV

CBF ainda não assinou parte dos acordos de direitos de transmissão e seis partidas da primeira rodada não têm até este momento previsão de passar em qualquer canal

O América estreia no Brasileiro da Série B nesta sexta-feira (19) contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, no interior paulista, mas neste momento a partida não terá transmissão com imagens por qualquer canal. O confronto será às 19h (de Brasília).

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda não finalizou todos os acordos pelos direitos de transmissão da competição. Na sexta-feira (12) da semana passada, os 20 clubes da Segunda Divisão saíram de uma reunião na sede da entidade, no Rio, com a informação de que TV Brasil, SporTV, Premiere e Cana GOAT seriam os detentores da competição, mas parte desses contratos ainda não foi assinado.

O problema é que a Globo pede exclusividade absoluta nos quatro jogos que teria direito a passar no SporTV, em TV fechada. Isso faria com que o GOAT, que comprou todas as partidas da competição, com exceção do Santos como mandante, que são exclusivos da Globo em negociação feita diretamente com o clube, perderia por rodada quase metade da partidas que acertou com a CBF, de nove a dez no total.

Esse impasse, revelado pela Máquina do Esporte e confirmado pela Itatiaia, faz com que, neste momento, somente quatro dos dez jogos da primeira rodada, que serão entre sexta (19) e terça (23), tenham transmissão:

  • Santos x Paysandu - sábado (20) - 16h30 (de Brasília) - Globo (afiliadas de Santos e Pará) e Premiere
  • Operário-PR x Avaí - sexta (19) - 19h (de Brasília) - TV Brasil
  • Amazonas x Sport - sábado (20) - 17h (de Brasília) - TV Brasil
  • Ponte Preta x Coritiba - domingo (21) - 18h (de Brasília) - TV Brasil

Com isso, seis jogos estão, neste momento, sem qualquer tipo de transmissão com imagem:

  • Botafogo-SP x América - sexta (19) - 19h (de Brasília)
  • Novorizontino x CRB - sexta (19) - 19h (de Brasília)
  • Chapecoense x Ituano - sábado (20) - 15h30 (de Brasília)
  • Ceará x Goiás - sábado (20) - 18h 9de Brasília)
  • Vila Nova x Guarani - segunda (22) - 21h (de Brasília)
  • Brusque x Mirassol - terça (23) - 21h (de Brasília)

A TV Brasil já assinou o contrato com a CBF, portanto vai poder utilizar seu direito a três jogos por rodada já a partir deste final de semana.

É, por enquanto, a única emissora em TV aberta para a competição. Na reunião da semana passada, os clubes pediram, apurou a Itatiaia, que mais uma TV aberta, de maior alcance, feche contrato. A CBF procurou Band, SBT e Record, mas até agora não houve avanço.

Para aberta, a Globo só tem interesse em contratos pontuais, como fez com o Santos, utilizando a lei do mandante. Sport e Coritiba eram clubes que interessavam para que seus jogos fossem transmitidos pelas afiliadas locais. A estreia do Peixe contra o Paysandu, neste sábado (20), passará nas afiliadas de Santos (TV Tribuna) e do Pará (TV Liberal).

A Globo não se pronunciou sobre o assunto. O Canal GOAT afirmou que não comenta a respeito de negociações em andamento. E a CBF informou que continua as conversas e que preza pelo interesse dos clubes.

Empresa deixou na mão

A Brax Sports Assets, agência que em 2023 fechou contrato até 2026 para explorar esses direitos da Série B, avisou há algumas semanas a CBF que não cumpriria o acordo. Com isso a TV Bandeirantes, que no ano passado transmitiu a competição em TV aberta, não terá o evento em 2024.

A decisão da Brax pegou a CBF e os clubes de surpresa. Dez equipes enviaram uma carta à empresa pedindo explicações sobre o contrato e não tiveram resposta. O caso pode ir à Justiça, já que o acordo previa um valor médio de R$ 240 milhões anuais. A Brax não se pronunciou sobre o assunto.

Com isso, a CBF foi ao mercado oferecer os direitos de transmissão. Diferentemente da Série A, que até 2024 eram negociados individualmente por cada clube, e a partir de 2025 pelos blocos da Libra e da Liga Forte União, na B quem vende é a confederação brasileira, com repasse da verba aos participantes.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Jornalista formado na PUC Minas. Experiência com reportagens, apresentação e edição de texto em televisão, rádio e web. Vivência em editorias de Cidades e Esportes.
Leia mais