Ouvindo...

Times

América é derrotado pelo Defensa y Justicia e perde liderança na Sul-Americana

Na Argentina, o Coelho perdeu por 2 a 1 e não pode mais terminar a rodada em 1º no grupo F da Sul-Americana

O América perdeu para o Defensa y Justicia e conheceu o primeiro revés na Copa Sul-Americana 2023. Jogando na Argentina, o Coelho perdeu por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (19) pela segunda rodada da fase de grupos. López e Soto marcaram para os argentinos, e Lucas Kal descontou para o América.

Com o resultado, o Coelho não pode assumir a liderança isolada do grupo F nesta rodada. Isso porque o Millonarios-COL, que também tem três pontos, joga nesta quinta-feira (20) contra o Peñarol-URU, e precisa apenas de um empate para se isolar na ponta. O América era líder na primeira rodada por conta dos gols marcados, e temporariamente fica atrás do rival colombiano antes do encerramento da rodada.

‘Estreia’ americana na Argentina

A visita ao Defensa y Justicia também é um marco histórico para o América, que volta a jogar na Argentina após 52 anos. Em 1961, o Coelho realizou uma excursão com amistosos pelo país, mas esse confronto pela Sul-Americana é a primeira partida oficial.

Considerando a participação na Libertadores 2022, o Coelho já esteve no Paraguai, Equador e Colômbia. Com os jogos já garantidos na fase de grupos da Sul-Americana 2023, além deste viagem à Argentina, o elenco americano fará a “estreia” no Uruguai e mais uma viagem à Colômbia.

Próximos compromissos das equipes

Dono da casa, o Defensa y Justicia volta a jogar pela Sul-Americana apenas no dia 4 de maio, quando recebe o Peñarol-URU na terceira rodada da fase de grupos. Até lá, visita o Barracas Central (24 de abril) e recebe o Colón (30 de abril) pelo Campeonato Argentino.

O América, por sua vez, tem três compromissos antes da próxima partida pela Sul-Americana. No sábado (22), o Coelho visita o São Paulo pelo Brasileirão; no dia 26 de abril recebe o Nova Iguaçu pela Copa do Brasil; e no dia 29 de abril visita o Santos, também pelo Campeonato Brasileiro. Pela terceira rodada da competição continental, o time americano visita o Millonarios na Colômbia, no dia 3 de maio.

América começa dominando, mas falha nas finalizações

As principais chances do primeiro tempo partiram do América, que mesmo com menor posse de bola, tentou criar mais e conseguiu até acertar a trave. Por outro lado, os erros de passe e aproveitamento ruim nas finalizações impediram o Coelho de chegar com ainda mais perigo ao gol.

Do outro lado do campo, a equipe argentina apostou em jogadas rápidas e uso das laterais, mas só conseguiu uma finalização de real perigo. Entretanto, Matheus Cavichioli pouco precisou fazer na etapa inicial.

Defensa volta melhor e marca dois gols em cinco minutos

O começo de segundo tempo mostrou poder de reação do Defensa y Justicia. Em cinco minutos, os argentinos produziram mais que em toda a primeira etapa. Matheus Cavichioli fez grande defesa em chute de Solari, que estava impedido, mas instantes depois, o Coelho não teve a mesma sorte.

Ainda aos 3 minutos, López recebeu cruzamento sozinho na grande área e finalizou sem chances para o goleiro do América. O time brasileiro parece ter sentido o tento, o Defensia aumentou a pressão - que deu em resultado.

Após bate e rebate na área, a bola sobrou para Soto, que finalizou com desvio para enganar Cavichioli e ampliar o marcador. Um possível impedimento foi checado pelo VAR, que acabou confirmando o gol.

VAR cancela pênalti, mas Coelho desconta com golaço

Pouco tempo depois do segundo gol do Defensa, o América reclamou de um pênalti, mas o VAR viu impedimento do ataque americano e cancelou toda a jogada. Entretanto, a equipe brasileira mostrou força de reação e descontou o placar com um golaço de Lucas Kal.

Em jogada de velocidade pela ponta esquerda, o volante chegou na entrada da área e recebeu sozinho para finalizar. De primeira, ele colocou a bola no canto do gol, sem chances para Unsain.

Cavichioli ‘fecha o gol’ mas não impede derrota

Depois do gol de desconto do América, as principais chances foram do Defensa y Justicia. Seja em bola parada, jogadas construídas ou aproveitamento de erros do Coelho, o time argentino chegou com pressão na segunda metade da etapa final.

Para o azar dos donos da casa, o goleiro Matheus Cavichioli fez ao menos três defesas decisivas que poderiam ampliar o marcador. Ele manteve o time vivo na partida, mas sem o gol de empate, o Coelho saiu de campo derrotado.

Defensa y Justicia-ARG 2x1 América

Defensa y Justicia-ARG

Unsain; Sant’Anna, Malatini, Cardona e Soto; Tripichio (Lopez), Gutierrez (Colombo), Barbona (Escalante) e Solari (Alanis); Togni (Cáceres) e Fernandez. Técnico: Julio Vaccari.

América

Matheus Cavichioli; Nino Paraíba (Wellington Paulista), Éder, Ricardo Silva e Marlon; Alê, Juninho e Lucas Kal (Martinez); Everaldo (Adyson), Mastriani (Aloísio) e Felipe Azevedo (Matheusinho). Técnico: Vagner Mancini.

Gols

López (3 min 2ºT); Soto (5 min 2ºT) do Defensa y Justicia
Lucas Kal (17 min 2ºT) do América

Cartões amarelos

Nino Paraíba, Aloísio, Éder (América)
Barbona, López, Escalante (Defensa y Justicia)

Motivo: segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana
Data e horário: 19 de abril de 2023 (quarta-feira), às 21h (de Brasília)
Local: Estádio “Tito” Tomaghello em Santa Rosa, província de Buenos Aires

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)
Auxiliares: Antoni Garcia (VEN) e Byron Romero (EQU)
Árbitro de vídeo: Manuel Vergara (CHI)

Jornalista formado na PUC Minas. Experiência com reportagens, apresentação e edição de texto em televisão, rádio e web. Vivência em editorias de Cidades e Esportes.
Leia mais