Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Atacante conta pedido de técnico ex-Cruzeiro para revidar agressões em defensor

Atacante Talles Magno relembrou quando foi ameaçado a ser tirado do treino por Vanderlei Luxemburgo, em 2019, no Vasco

Atacante do New York City, dos Estados Unidos, Talles Magno relembrou quando tomou bronca de Vanderlei Luxemburgo por não revidar as chegadas fortes do lateral-direito Cláudio Winck em treino no Vasco, em 2019. Em entrevista na última semana ao Charla Podcast, o ponta-esquerda revelou que o técnico chegou a ameaçar tirá-lo da atividade caso não retribuísse as agressões.

“Eu jogando, sub-20 contra o profissional. Driblando, indo para cima. Tinha um lateral do Vasco que me metia a porrada. Era o Cláudio Winck. Nesse jogo, ele me baixou a porrada. Só que ele batia em mim, eu caia, levantava e ia para dentro de novo. Driblava, passava dele, e ele me batia de novo. Chegou uma hora que ele me deu uma chegada, no joelho, muito forte”, contou Talles.

“O Luxemburgo estava assistindo o treino de cima e desceu. Ele gritou: ‘Para o treino’. Ele me chamava de ‘Neguinho’. ‘Neguinho, vem cá. Tu está apanhando o treino todo. Dá de mão nele também. Na próxima, se tu não der nele, vou te tirar do treino’. Depois dali, fiquei no profissional e não desci. Era isso todo dia. Eu dominava a bola errado, ele gritava: ‘Vamos’. Mas saia de jogo, e ele dava beijo”, completou.

Talles Magno ganhou oportunidades com Luxemburgo quando tinha apenas 17 anos. Na época, ele caiu nas graças da torcida após grandes atuações, mas teve queda de rendimento e conviveu com a pressão de ser uma das grandes esperanças do time. Em maio de 2021, o atacante foi vendido ao New York City.

Jornalista pela PUC Minas, Pedro Leite é repórter de esportes da Itatiaia. Tem experiência na cobertura diária de portais, redes sociais e jornal impresso. Apaixonado por futebol, já passou pelo Superesportes.
Leia mais