Ouvindo...

Times

Nova temporada de ‘Casamento às Cegas’, da Netflix, começa com polêmicas e acusações

Alexandre Thomaz e Evandro Pinto se envolveram em confusão no início do reality, e falas viralizaram nas redes sociais

A quarta temporada de “Casamento às Cegas Brasil - Uma Nova Chance” estreou na Netflix nessa quarta-feira (19) e já está cheio de polêmicas. O reality apresentado por Camila Queiroz e Klebber Toledo começou com participantes envolvidos em episódios de gordofobia e até acusação de que um deles teria abandonado o filho para não pagar pensão.

Gordofobia

A primeira polêmica da temporada foi uma fala gordofóbica do participante Alexandre Thomaz que viralizou nas redes sociais: “Eu tô f*dido. Eu só gostei de uma que tem voz de gorda”.

Ariela Carasso, participante que fez uma cirurgia bariátrica, se irritou com o comentário e o confrontou nas cabines. “Eu quero saber se houve algum comentário de você falar que gostou de alguém mas tem voz de quem é gorda”, questionou. O empresário, no entanto, negou. “Não, isso não existiu”.

A diretora de eventos insistiu e Alexandre negou novamente. “Esse comentário mexeu muito comigo porque eu já sofri bastante com isso”, disse ela em um dos cortes disponibilizados pela Netflix. Ele mudou o discurso. “Eu não lembro se eu falei. Não me recordo”, ressaltou. (Veja o vídeo aqui)

O participante se manifestou nas redes sociais e reforçou que voltou atrás após ter afirmado que não fez o comentário. “Galera, inicialmente eu falei que não tinha falado. Mas depois eu voltei atrás”, disse (veja aqui).

O comentário gerou revolta nas redes sociais.

Leia mais:

Leia também

Abandono parental e pensão

Enquanto isso, a ex de um participante foi às redes sociais acusá-lo de abandonar o filho. Luana Mendes alegou ser mãe do filho do segurança Evandro Pinto. A criança hoje tem 12 anos.

“Evandro passa imagem de bom moço, mas tá com pedido de prisão por dever pensão das filhas, tem lei Maria da penha nas costas e abandonou um filho de 12 anos no qual nem cita no programa. Eu sou a mãe do menino!”, escreveu ela nas redes sociais.

Ela ainda compartilhou que Evandro teria entrado no programa comprometido. “O alecrim entrou no reality namorando, meteu um ghost na namorada (estavam juntos há 6 meses) e sequer deu notícias, a menina desesperada atrás dele até descobrir que ele está atrás de casamento em reality #CasamentoÀsCegasBrasil #não deixarei #vouexportudomesmo”, escreveu.

Mais tarde, Luana contou que Evandro ainda teria enviado dinheiro de pensão após suas postagens nas redes sociais. “Acabou de enviar 550,00 de pensão para as filhas. Do nada meu bem? Mandando mensagem para o meu filho querendo conversar, que a história não é bem assim????”, apontou.

O participante apareceu nas redes sociais para informar que iria se pronunciar sobre as acusações em breve.

Na descrição de Evandro, encaminhada pela Netflix, ele é apresentado como segurança pessoal e trader. “Mora sozinho com o seu cachorro, mas próximo da mãe e dos 6 irmãos. Separado há 5 anos e com duas filhas desse relacionamento, ele quer alguém para estar ao seu lado em todos os momentos da sua vida”, diz a plataforma de streaming.

Evandro se pronuncia

Depois das acusações, o segurança se pronunciou nas redes sociais. "É pessoal, sabe o que eu tenho a dizer? Jamais mude sua essência, jamais deixe de ser quem você é. Muito louco, mas melhor estar vivo para poder viver tudo isso e seja o que Deus quiser. Reparar tudo que tem que reparar, é isso”, disse.

No dia seguinte, nesta sexta-feira (21), ele ressaltou que iria se manifestar sobre “tudo que está acontecendo”. “Muita coisa ainda vai sair, no programa também, então eu peço para que vocês foquem no que eu fui dentro do programa e no que eu sou. Acho que a gente nunca foge de quem a gente é de verdade. Então muita coisa ainda vai sair, aparecer”, ressaltou.

Ele ainda criticou a ex: “Eu acredito que independente de internet, redes sociais e essas coisas, o melhor é tato a tato, a gente chegar e conversar de perto. Isso é o modo humano de ser, não pegar e jogar prints, usar o Twitter para fazer algo. Até porque, só agora?! Então é isso.”

“Uma história sempre tem duas versões. Eu vou dar a minha versão do que aconteceu sem fugir dos fatos”, concluiu.

A Itatiaia entrou em contato com a Netflix e a Polícia Civil de São Paulo, mas até o momento não obteve resposta.


Participe dos canais da Itatiaia:

Natasha Werneck é jornalista formada pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH). Foi repórter de Política e Cultura do Jornal Estado de Minas e já atuou em portais como Hugo Gloss e POPline. Foi estagiária da Itatiaia e retornou à empresa em 2023, como repórter de Entretenimento.
Leia mais