Ouvindo...

Times

‘Bebê Rena': mulher que teria inspirado personagem da série da Netflix diz que é vítima; entenda

Desde seu lançamento, a série atingiu 13 milhões de visualizações e liderou rankings em 30 países

A mulher que teria inspirado a personagem de uma stalker na série Bebê Rena da Netflix, acusou o criador da série, Richard Gadd, de transformá-la em alvo de assédio online. Em entrevista exclusiva ao Daily Mail, ela declarou: “Ele está usando Bebê Rena para me perseguir agora. Eu sou a vítima. Ele escreveu uma maldita série sobre mim.”

Bebê Rena retrata a relação entre Gadd, que também atua como o protagonista, e uma mulher mais velha que passa a persegui-lo. Desde seu lançamento, a série atingiu 13 milhões de visualizações e liderou rankings em 30 países.

“Eles me viram como essa mulher louca na série, e agora estou recebendo ameaças de morte e insultos todos os dias”, disse a mulher. Ela também destacou a invasão de sua privacidade: “Minha vida foi exposta sem o meu consentimento. Como posso não ser a vítima aqui?”

Leia também

A polícia de West Midlands interveio após a escalada de acusações falsas e ameaças feitas nas redes sociais, segundo relatos. Gadd, por sua vez, defendeu a intenção da série: “A intenção nunca foi prejudicar, mas destacar a gravidade do assédio.” Ele apelou aos espectadores em um post no Instagram: “Por favor, não especulem sobre quem são as pessoas reais. Isso distrai do propósito da nossa produção”.

A mulher, que considera uma ação legal, criticou a resposta de Gadd: “É fácil dizer que é para conscientização quando você não é o alvo das consequências”, afirmou.


Participe dos canais da Itatiaia:

Acompanhe as últimas notícias produzidas pelo Estadão Conteúdo, publicadas na Itatiaia.
Leia mais