Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Dado Dolabella relembra agressão a Luana Piovani: ‘fui absolvido, acabou’

Ator voltou a falar sobre caso registrado em 2008, quando foi acusado de agredir a então namorada e a camareira Esmeralda Honório

Dado Dolabella comentou a acusação de agressão à ex-namorada Luana Piovani e à camareira Esmeralda Honório, caso registrado em 2008. O ator participou do podcast de Sérgio Mallandro e deu a própria versão sobre o caso, afirmando que “não houve essa violência”.

O atual namorado de Wanessa Camargo disse que a história “ficou há 20 anos” para ele, apesar de ter acontecido há 16 anos. “Fui absolvido, acabou esse processo. A câmera mostrou o que realmente aconteceu”, disse durante o programa transmitido no YouTube.

O julgamento do caso foi feito em 2016, quando Dado foi absolvido da agressão à Piovani e condenado a pagar uma indenização de R$ 40 mil à Esmeralda. Oito anos antes, ele foi denunciado por Luana na lei Maria da Penha por ação contra ela e a funcionária.

Leia também

“A gente brigou, estávamos os dois bêbados. Eu falei que ia embora, ela meteu o dedo no meu braço e eu falei ‘sai, me solta’ e empurrei ela. Ela caiu sentada no chão. Aí, veio a camareira que me empurrou, eu afastei ela. Nem vi quem ela”, descreveu sobre a ocasião.

Dado negou ter quebrado o braço da camareira e afirmou que ela “demorou duas semanas para ir ao hospital”. Ainda, o ator disse que “Luana fez [a acusação] para divulgar a peça dela na época”, e chamou a ação de “marketing”.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais