Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

De olho no Carnaval, Thalita Zampirolli revela comer 750 ovos por mês

Thalita Zampirolli ganhou fama por se envolver com um jogador de futebol no passado, virou a página e estrelou filme em Hollywood

Empresária, atriz, modelo e rainha de bateria. Thalita Zampirolli, de 30 anos, se considera uma mulher de sucesso por vários motivos. Neste ano, ela alcançou um feito histórico ao se tornar a primeira mulher trans brasileira a estrelar um filme em Hollywood. No entanto, antes disso, a capixaba precisou enfrentar o preconceito e uma história que não pode ser deletada do seu passado.

Há cerca de dez anos, ela ganhou os holofotes por se relacionar com um ex-jogador de futebol, recebeu críticas e perdeu até trabalhos. “O passado foi bem complicado porque eu era uma universitária, não sabia lidar com o ódio das pessoas, elas olhavam e julgavam por coisas que liam. Eu sofri um pouco de preconceito e perdi trabalhos por conta disso”, recorda.

Hoje, a história é outra. Inclusive, 2023 é um ano de comemoração, afinal, ela estrelou seu primeiro filme em Hollywood. Em “The Roomate” , curta dirigido por Fabio Anffe, ela deu vida a uma corretora de imóveis. O filme entrou em agosto para os festivais internacionais de cinema nos EUA.

“Foi uma experiência única na minha vida. Desde que estudei no Brasil e me formei como atriz, sempre sonhei em fazer um filme em Hollywood. Só que eu não queria imaginar que seria tão rápido. Foi uma experiência mágica, a realização de um sonho. Eu conheci pessoas incríveis, equipes incríveis, pude colocar também o meu inglês em prática no meu primeiro trabalho internacional. Este foi o maior prêmio de 2023 na minha carreira artística”, diz orgulhosa.

No Brasil, Thalita fez a novela “A Força do Querer” [2017], o seriado “A Cara do Pai” [2016] e “Malhação”. Ela também fez o longa “Berenice Procura”, em que interpretava Michelly Glamour, uma dançarina sexy que era obrigada a se prostituir. “O Brasil faz parte da minha vida, está no meu coração. Vivo a minha vida entre o Brasil e os Estados Unidos. Aqui nos EUA sou empresária, no Brasil eu sou atriz e rainha de bateria de uma escola que sou apaixonada que é a Unidos de Padre Miguel [no Rio de Janeiro]. Eu não parei a minha vida no Brasil. Eu continuo, mas a minha vida está dividida entre esses dois países”, comenta.

Falando em Carnaval, Thalita revelou que tem feito uma dieta intensa para chegar “sequinha” no Sambódromo da Marquês de Sapucaí em 2024. “Eu acabo um Carnaval e começo outro. O Carnaval nunca acaba. Treinos intensos todos os dias, tô fazendo mais dieta agora para poder secar, ficar com um corpo mais slim, que é a dieta do ovo, né? Que eu como 25 ovos por dia para poder ter mais definição”, conta.

Ou seja, em 30 dias, Thalita come 750 ovos. Ela conta o segredo. “Fui adquirindo com o tempo, né? Comendo um, dois, três até conseguir chegar hoje a 25 ovos. Eu tenho uma pessoa que cozinha para mim, que faz todas as a minhas proteínas, os carboidratos saudáveis que eu preciso ingerir. Minha comida é toda pesada, como de três em três horas. E aí vai indo, né? Muita água, muita exercício, dormir cedo que é muito importante para ter um desenvolvimento no corpo melhor…”, acrescenta. Ela conta que possui 3% de gordura corporal, pesa 69 kg e tem 1m70 de altura. “Você puxa a minha pele, você consegue ver que ela tá bem fininha”, finaliza.

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais