Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Manipulação de resultados: Pleno do STJD confirma sentenças de Alef Manga, Vitor Mendes, Nino Paraíba e mais seis

Decisões foram tomadas nesta quinta-feira (9), com suspensões em tempo determinado e até eliminação do esporte

Alef Manga, Vitor Mendes e Nino Paraíba

Alef Manga, Vitor Mendes e Nino Paraíba

Divulgação/Goiás, Fluminense e Paysandu

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva puniu, nesta quinta-feira (9), nove jogadores no âmbito da manipulação de resultados em partidas de futebol no ano de 2022. Outros três atletas foram absolvidos.

Veja a pena dos atletas punidos nesta quinta

  • Nino Paraíba, do Paysandu: punido com 720 dias e R$ 100 mil de multa

  • Bryan, ex-Athletico-PR: 360 dias e R$ 50 mil

  • Diego Porfírio, do Guarani: eliminação e R$ 60 mil multa

  • Alef Manga, do Coritiba: 360 dias e R$ 50 mil de multa

  • Vitor Mendes, do Atlético: 720 dias e R$ 70 mil de multa

  • Sávio Alves, ex-Goiás: 360 dias e R$ 30 mil

  • Thonny Anderson, do ABC: multa de R$ 40 mil

  • Dadá Belmonte, do América: 600 dias e R$ 70 mil de multa

  • Igor Cariús, do Sport: R$ 360 dias e R$ 40 mil

Sidcley, Jesus Trindade e Pedrinho foram os três jogadores absolvidos. A denúncia da Procuradoria do STJD se baseou em provas colhidas pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) no âmbito da Operação Penalidade Máxima.

Diego Porfírio teve a pena agravada com multa de R$ 60 mil e eliminação do futebol após confessar que recebeu R$ 50 mil para levar um cartão amarelo e beneficiar os apostadores. Ele também teria convencido Alef Manga a se envolver com as apostas.

A sessão extraordinária do Pleno do STJD foi realizada na COB Expo, em São Paulo. A reunião durou cerca de oito horas.

Matheus Muratori é jornalista multimídia com experiência em muitas editorias, mas ama a área esportiva. Faz cobertura de futebol, basquete, vôlei, esportes americanos, olímpicos e e-sports. Tem experiência em jornal impresso, portais de notícias, blogs, redes sociais, vídeos e podcasts.
Leia mais