Ouça a rádio

Compartilhe

Austin St. John, o primeiro Power Ranger vermelho, é preso por fraude nos EUA

Ator é suspeito de fraudar projeto para ajudar pequenas empresas afetadas pela pandemia da Covid-19; se condenado, ele pode ficar preso por até 20 anos

O ator estadunidense Austin St. John, de 47 anos, foi preso na manhã dessa quinta-feira (19) na casa onde mora, no Estado do Texas. Conhecido por interpretar Jason Scott, o Power Ranger vermelho da série de televisão que foi ao ar em 1993, St. John é acusado de fraude.

Vizinhos do ator contaram ao portal TMZ que cerca de 15 agentes do FBI entraram armados na casa dele logo nas primeiras horas da manhã. St. John saiu do imóvel algemado, e além dele, outras 17 pessoas são acusadas. O grupo teria participado de um esquema para fraudar o Programa de Proteção de Salários da Small Business Administration, projeto para ajudar pequenas empresas afetadas pela pandemia do Coronavírus.

O ator é acusado de ter feito 16 empréstimos, totalizando quase R$ 17 milhões na cotação atual, para usar em compras pessoais. Independentemente do uso que ele fez para o dinheiro, o FBI afirma que a forma com a qual ele conseguiu foi fraudulenta.

Nesta sexta-feira (20), o ator se manifestou pelo Instagram. Em nota assinada por uma empresa, que aparentemente gere a carreira de St. John, foi explicado que a maioria das pessoas acusadas não tem qualquer relação com ele, e que o ator teria colocado "a fé, reputação e finanças nas mãos de terceiros cujos objetivos eram egocêntricos e, em última análise, manipularam e traíram sua confiança".

Austin St. John interpretou Jason Scott nas duas primeiras temporadas de "Mighty Morphin Power Rangers", uma das séries mais famosas do grupo de heróis e responsável por alavancar a carreira dele. Após deixar o show, ele chegou a fazer aparições pontuais em novas temporadas e equipes, quase sempre representando o icônico ranger vermelho.

Se condenado pela fraude, o ator pode ficar preso por até 20 anos. Veja a nota publicada no Instagram dele:

"Austin St. John é pai, marido, exemplo e amigo para muitos. A acusação detalhada hoje é preenchida por uma multidão de indivíduos - a maioria dos quais Austin não tem conhecimento e nunca conheceu ou interagiu. É nosso entendimento que Austin colocou sua fé, reputação e finanças nas mãos de terceiros cujos objetivos eram egocêntricos e, em última análise, manipularam e traíram sua confiança.

Esperamos que a equipe jurídica de Austin se defenda com sucesso dessas acusações e leve à sua exoneração final. Pedimos que vocês respeitem a privacidade da família de Austin à luz dessa situação grave e agradecemos seu apoio".

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Austin St. John -Power Rangers (@austin_st_john)

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido