Ouça a rádio

Compartilhe

Prefeito de Betim confirma construção de arena na cidade e detalha proposta ao Cruzeiro

Ideia é que o estádio tenha teto retrátil, assim como a Arena da Baixada, do Athletico-PR

Previsão inicial é de 24 meses de obras

Prefeito de Betim, Vittorio Medioli (sem partido) concedeu uma entrevista coletiva no início da tarde desta quarta-feira (15) explicando detalhes sobre o projeto de uma arena multiuso na cidade. De acordo com ele, a construção será feita independentemente da possível parceria com o Cruzeiro.

"O Cruzeiro está avaliando. Haverá reunião nos próximos dias para avaliação de todos os detalhes. Já fizemos contatos preliminares e existe interesse na discussão. Se o Cruzeiro aceitar, muito bom. Se não aceitar, será feito de qualquer forma. É uma necessidade que Betim tem".

Todo o custo para a construção do estádio seria por conta de um parceiro internacional, que será anunciado em breve. O terreno em questão fica localizado no bairro PTB, em Betim. A avaliação inicial é que seriam gastos cerca de R$ 450 milhões na Parceria Público-Privada (PPP)

"Foi oferecido ao Cruzeiro. Se o Cruzeiro decidir participar, não haverá nenhum investimento por parte do Cruzeiro. Vai dispor de direitos comerciais na arena. Mais ou menos na proporção que o Palmeiras tem hoje na sua arena. Seria um contrato com o Cruzeiro segundo os parâmetros do Palmeiras", explicou.

Ainda segundo Medioli, o projeto está avançado e será finalizado em aproximadamente duas semanas. A ideia é construir um estádio com capacidade para aproximadamente 45 mil pessoas. Outro detalhe é que o local terá teto retrátil.

"Uma arena cujo projeto está sendo finalizado. Com mais 15 dias, poderemos apresentá-lo. Nós seguiremos conceitos da Arena do Athletico-PR. Um pouco maior, mas uma arena coberta, que pode cobrir o gramado. Deve ter uma capacidade de 45 ou 46 mil espectadores para jogos de futebol e passar de 50 mil para shows", explicou.

A participação do município de Betim na construção da arena seria, principalmente, a liberação de um terreno de cerca de 100 mil metros quadrados. Estudos sobre licenciamentos ambientais também já foram realizados.

"A prefeitura tem um terreno de 100 mil metros quadrados que está reservado para a construção de um centro convenções que possa receber 20 mil pessoas e um espaço para a construção de um estádio. É uma área sem árvores. Ambientalmente, é um terreno que requer um licenciamento simplificado. Dentro desse conjunto, haverá um estacionamento de 3 mil veículos. A obra está prevista para ocorrer em 24 meses e o projeto será entregue nos próximos dias. Os parceiros serão anunciados em breve", disse.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido